Após desentendimento, Zé Biruta dá as costas para manifestação de paz

0
22876
O prefeito Zé Biruta garantiu uma reunião sobre segurança pública com o governo do Estado de São Paulo no próximo dia 10 de abril (Foto: Deivison Mello)

Familiares e amigos do jovem Lucas de Freitas, de 22 anos, que foi morto em um assalto em Ferraz de Vasconcelos na noite de sábado (25), realizaram uma manifestação de paz em memória do jovem, pedindo justiça e mais segurança para as autoridades, nesta terça-feira (28). A caminhada, que terminou no gabinete do prefeito de Ferraz, Zé Biruta, teve muita discussão entre os moradores e o prefeito, e após desentendimento, o prefeito deu as costas para os manifestantes e abandonou a conversa.

Os ferrazenses que se solidarizaram com a morte de Lucas, organizaram o encontro através do Facebook, e o local de partida foi no Centro de Convenções, centro. Com cerca de 200 pessoas, a manifestação seguiu pela Avenida Brasil e 15 de Novembro, e depois seguiram até o gabinete da prefeitura.

Segundo a Polícia Civil, Lucas de Freitas Santos manobrava o carro na Rua Eudóxia Dagnese, no Jardim Alice, quando foi abordado por dois criminosos. Eles deram um tiro, que atingiu o pescoço do jovem, e fugiram com o veículo da vítima. Lucas morreu no local, ainda de acordo com a polícia. O caso foi registrado no Distrito Central da cidade como latrocínio. A polícia acredita que os suspeitos sejam menores. Até o momento, ninguém foi detido.

Durante a caminhada, gritos por “justiça” e pedidos por “segurança”, chamaram a atenção por quem passava pelo centro de Ferraz.  No final do trajeto, Zé Biruta, cercado pela Guarda Civil Municipal (GCM), atendeu ao pedido dos moradores.  O prefeito, que garantiu uma

Momento em que Zé Biruta abandonou os manifestantes (Foto: Deivison Mello)

reunião sobre segurança pública com o governo do Estado de São Paulo no próximo dia 10 de abril, afirmou que será necessária a participação de uma comissão organizada pelos manifestantes para acompanhar a reunião.

Em meio aos ânimos exaltados, Zé Biruta pediu para os que os moradores procurassem o Delegado da Polícia Civil de Ferraz, para que os policias tentassem minimizar a falta de segurança na cidade. Em vista desse depoimento, os moradores ficaram nervosos e não concordaram com o posicionamento. Após as discussões, o prefeito abandonou a conversa e deixou os manifestantes sem mais explicações, agravando ainda mais a situação.

A reportagem do Jornal Cenário tentou contato com o prefeito, porém não obteve resposta.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.