A Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos realizou mais de mil testes rápidos de Hepatite C no “Julho Amarelo”. Apenas no último fim de semana foram 368 checagens em duas ações, sendo uma na Estação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) de Ferraz, e outra em uma entidade municipal, na Vila Santo Antônio.

No sábado, 28 de julho, foram feitos 322 testes na Estação, no Centro. Na oportunidade, dois casos deram positivos. O próximo passo é que os pacientes em potencial passem por exames mais específicos e sejam encaminhados para tratamento, se necessário. Os ferrazenses já saíram do local com as devidas instruções. Orientações sobre a vacinação de Hepatite B também foram ministradas aos munícipes.

Já no domingo, a equipe da Saúde visitou uma entidade do município, onde 46 testes rápidos foram realizados, sendo um positivo. Na ocasião, também foram feitos testes rápidos de HIV e Sífilis.

Durante o “Julho Amarelo” os testes para identificação de hepatites virais foram intensificados, e em Ferraz mais de mil checagens foram realizadas neste mês, com aproximadamente dez casos positivos. Vale destacar que as 13 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) da cidade oferecem estes testes durante todo o ano, bem como a vacina contra a Hepatite B.

De acordo com a interlocutora do programa de hepatites virais do município, Joelma Barcelos, o “Julho Amarelo” foi fundamental para detectar novos casos, e ainda conscientizar a população da importância do teste rápido. “Nós conseguimos promover a busca ativa de novo casos de hepatites. A doença é silenciosa e muitos não sabem que possuem o reagente, por isso as pessoas devem realizar este teste pelo menos um vez na vida. A checagem é feita pelo SUS e a doença tem cura”, afirmou Joelma.

Por determinação do prefeito José Carlos Fernandes Chacon, o Zé Biruta, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde continuará durante durante todo o ano trabalhando no que diz respeito a biossegurança, em salões de beleza e estúdios de tatuagem, que são os lugares mais propícios para transmitirem a Hepatite C, por meio do compartilhamento de alicates e agulhas. Os médicos da rede municipal também estão sendo orientados a solicitar a testagem rápida para Hepatite B e C, nas consultas de rotina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui