Aparentemente, o problema pode não apresentar a sua face visível nas ruas de Ferraz de Vasconcelos, porém, para desnudar esse possível drama social, o vereador Hodirlei Martins Pereira (PPS), o Mineiro, decidiu questionar a Prefeitura Municipal sobre a real situação de crianças e adolescentes sem abrigo, ou seja, morando ao relento na cidade. O requerimento com essa finalidade foi aprovado, por unanimidade, na segunda-feira, dia 24.

No documento, Mineiro pede informações a respeito de quais procedimentos estão sendo adotados pela municipalidade para, no mínimo atenuar o grave problema. Além disso, ele quer saber se existem projetos ou programas locais objetivando amparar a criança e o adolescente em situação de rua. Em caso positivo, detalhar as medidas em andamento. Em contrapartida, na hipótese de não haver nenhum serviço de acolhimento explicar a razão da ausência.

Em suma, o parlamentar cobra o encaminhamento de um relatório contendo, por exemplo, o número de pessoas atendidas, sobretudo, o de crianças e adolescentes em abrigos na cidade. Para ilustrar a sua preocupação com o tema, Mineiro afirmou que no final de semana presenciou uma adolescente residindo na porta de uma casa, no Jardim Castelo. De imediato, baseado no relato de moradores, acionou o Conselho Tutelar (CT) para as devidas providências.

No fundo, ele lamenta que a cidade não tenha um lugar apropriado para abrigar pessoas nessas condições. “Na realidade, a cada dia que passa parece que só aumenta a quantidade, principalmente, de crianças e adolescentes vivendo nas ruas locais”, alerta o vereador Mineiro. A atitude dele em pedir explicações do Poder Executivo sobre o assunto foi elogiado pelo colega, Claudio Roberto Squizato (PSB). Para o socialista, o pagamento de aluguel social pela administração tem evitado uma tragédia muito maior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui