Com a chegada do final do ano muitas coisas chegam junto. A alegria de mais um ano de realizações, a esperança de novos projetos e, principalmente, a felicidade de reunir amigos e familiares em torno de uma mesa e comemorar tudo que passou. No entanto, se não tomarmos cuidados, a lembrança que teremos destas ceias e festas, não serão as relacionadas com alegria, mas sim, com processos doloridos de diarréia e vômitos, entre outros sintomas que poderão advir de doenças veiculadas por alimentos

A seguir comentaremos os principais alimentos envolvidos nestas festas, o microrganismos principais que podem acarretar em problemas, os erros mais frequentes que rotineiramente acontecem e as principais sintomatologias que podem tornar as festas de final de ano “inesquecíveis”.

TIPO DE ALIMENTOMicroorganismo problemaErros FrequentesSintomatologia
Assados:
Pernil
Leitão
Carnes
Cozidos
Tender, etc
Clostridium perfringens
  • Assar muito tempo antes do consumo
  • Manutenção por mais de 2 horas a temperatura ambiente ou menos de 60ºC
  • Reaquecimento inadequado ou ausente
Início: Geralmente de 8 a 12 horas depois de comer

Sintomas: Dor abdominal e diarréia. Algumas vezes náuseas e vômitos.

Os sintomas duram um dia ou menos e usualmente são moderados. Podem ser mais sérios em pessoas de idade avaçada ou debilitados

Salmonella

  • Processo inadequado de cocção
  • Manutenção por mais de 2 horas a temperatura ambiente ou menos de 60ºC
  • Reaquecimento inadequado ou ausente
Início: Geralmente de 8 a 12 horas depois de comer

Sintomas: Dor abdominal e diarréia, algumas vezes náuseas e vômitos. Os sintomas duram um dia ou menos e usualmente são moderados. Podem ser mais sérios em pessoas de idade avançada ou debilitados

Escherichia coliO157:H7
  • Processo inadequado de cocção
  • Reaquecimento inadequado ou ausente
  • Ingestão de produtos crus ou semi-crus
Início: Podem aparecer após 2 a 5 dias da ingestão do alimento, permanecendo em torno de 8 dias
Sintomas: Algumas pessoas infetadas podem apresentar sintomas leves, outras,  desenvolvem diarréia sanguinolenta  severa. Em alguns casos, a infecção pode resultar em uma frequentemente fatal SÍNDROME URÊMICA HEMOLÍTICA
Saladas e Frutas:
Hortaliças (folhosos)
Legumes (maionese, salpicão)
Palmito (outros enlatados)
Botulismo
Toxina botulínica (produzida pela bactéria Clostridiumbotulinum)
Utilização de palmito e outros produtos envasados sem ferver por 10 a 15 minutosInício: Geralmente de 4 a 36 horas depois da ingestão do alimento contaminado

Sintomas: Sintomas neurotóxicos que incluem visão dupla, dificuldade para engolir, dificuldade para falar e paralisia flácida e progressiva do sistema respiratório

Buscar atenção médica imediata. O Botulismo pode ser fatal.

Amebíases
Entamoeba histolytica
Higienização inadequada de hortaliças e frutasInício: de 3 a 10 dias depois do contato

Sintomas: Caimbras abdominais severas, hipersensibilidade no colon e fígado, fezes matinais não compactas, diarréia recorrente, perda de peso, fadiga, algumas vezes anemia

Virus da Hepatite AHigienização inadequada de hortaliças e frutasSintomas e Início: Começa com decaimento, perda do apetite, náusea, vômito e febre.

Sintomas: Depois de 3 a 10 dias  o paciente desenvolve icterícia com urina escura. Os casos severos podem causar danos ao fígado e morte.

Frutas secasToxinas de Fungos (Micotoxinas)Ingestão de produtos emboloradasCâncer hepático
OUTROS PRODUTOS
Rabanadas

Salmonella

  • Fritura inadequada
  • Contaminação cruzada via manipuladores ou utensílios
Início: Geralmente de 8 a 12 horas depois de comer

Sintomas: Dor abdominal e diarréia, algumas vezes náuseas e vômitos. Os sintomas duram um dia ou menos e usualmente são moderados. Podem ser mais sérios em pessoas de idade avançada ou debilitados

Doces cremosos, tortas e bolosStaphylococcus aureus
  • Manipulação não higiênica
  • Contaminação por perdigotos (saliva)
  • Contaminação cruzada (utensilios)
Início: Geralmente de 30 minutos a 8 horas depois de comer

Sintomas: Diarréia, vômitos, náuseas, dores abdominais, espasmos, cansaço. Dura de 24 a 48 horas. Raramente é mortal

 

Fonte: Dr. Bactéria, o biomédico Roberto Martins Figueiredo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui