Com um excelente segundo tempo, o Mogi das Cruzes Basquete superou o Paulistano por 92 a 69 na noite de sábado em São Paulo. O triunfo deixa os mogianos a uma vitória da classificação para a semifinal do Campeonato Paulista. A próxima partida será na quinta (26), às 20h, no Ginásio Hugo Ramos. O ingresso para este jogo pode ser comprado com valor promocional de R$ 10 no quiosque do clube no Mogi Shopping. Se necessário, um terceiro jogo ocorrerá no sábado (28), às 19h, também no Hugo.

O time da casa teve um bom aproveitamento nas bolas de três na primeira etapa, foram cinco só no segundo quarto, e venceu os dois períodos iniciais por 15 a 13 (1º) e 23 a 18 (2º). O Mogi Basquete reagiu na volta do intervalo, com uma excelente vantagem no terceiro quarto (36 a 15) e controlando o jogo no período final, com 25 a 16.

A equipe teve um bom desempenho coletivo, com o quinteto titular passando dos dois dígitos na pontuação e uma boa ajuda dos jogadores que vieram do banco. O armador Alexey Borges foi o mais eficiente (26) da partida, quase anotando um triplo-duplo. Foram 14 pontos, 11 rebotes e oito assistências. Os ala-pivôs Alexandre Paranhos e Luís Gruber também anotaram 14 pontos cada. O ala André Góes fez 13, pegou seis rebotes e deu quatro assistências. Também tiveram boas atuações o ala Danilo Fuzaro, com 10 pontos, o armador Fúlvio Chiantia, com nove, o pivô João Pedro, oito, e o ala Guilherme Lessa, sete.   

“Eles jogaram muito bem na defesa, tiveram um aproveitamento nas bolas de três e o nosso time não tinha entrado no jogo em termo de rebotes de defesa e de ataque. Não jogamos por nós, mas principalmente pela defesa deles. A gente foi se ajustando e revezando. Estamos uma história de playoff, é um time novo e estamos construindo legal para primeiro jogo. Sair não jogando tão bem, o adversário começar bem na casa dele e tirar oito e colocar uma vantagem no terceiro quarto, com muita consistência no último quarto, a gente mostrou muito equilíbrio mental, defesa e ajustou o ataque no segundo tempo. Esse foi o segredo da vitória. Podemos melhorar ainda mais, principalmente o nosso rebote de defesa, porque eles são muito fortes no rebote”, adverte o técnico Guerrinha.

Para o armador Alexey Borges, o jogo mudou quando o time dominou o garrafão, passou a ganhar rebotes e também a confiança. “A gente foi para o intervalo falando que estava bem na partida, mas faltavam detalhes para resolver. Eles pegaram muitos rebotes de ataque, a gente perdendo muitos na defesa. O nosso ataque não estava funcionando por causa disso. Não estávamos conseguindo correr para o ataque. Quando melhoramos isso conseguimos achar o melhor jogador posicionado para arremessar, o aproveitamento melhorou e foi quando a gente cresceu na partida. Ganhamos confiança e fizemos que eles perdessem a deles. Isso foi muito importante para a vitória”, destaca o destaque do jogo.

Fonte:MOGI BASQUETE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui