Por Junior dos Anjos                

O ano de 2019 foi marcado por acontecimentos alegres e tristes, tragédias inimagináveis e conquistas engrandecedoras. Esta roda gigante de sensações e experiências, vividas individualmente por cada ser humano, tem no mês de dezembro uma guinada impressionante, no qual o nobre sentimento de união, confraternização, festejos e bondade prevalece no coração de todos.

                Como é gratificante respirar os ares do mês de dezembro e enxergar toda a beleza das Festas Natalinas e do Réveillon que se aproxima fugazmente. Marcante passear nas ruas da cidade e não se render a todos os enfeites de Natal, decorações, luzes piscantes e músicas temáticas. Como não vivenciar este momento tão especial com todos aqueles que amamos.

                Quanto amor não resplandece nos olhos atentos das crianças, no corações enamorados dos jovens, no ressoar dos sonhos dos adultos e na certeza dos anciãos que ao findar um ano e na expectativa de um vindouro, tem-se um mês preparatório para esta transição que nos é dado como um presente e, nós respondemos com total amor mútuo e incondicional para cada semelhante; o mês de Dezembro de fato é repleto de   sonhos, esperanças, amor, afeto, festas, alegrias e paz.

                Por isso, não esqueça que o sentimento pelo próximo é superior ao presente ofertado por ‘obrigação’. O abraço apertado aquece mais do que a ‘roupa nova’. A Ceia é para ser compartilhada entre família e amigos, não em uma ‘mesa vazia’ de um Fast food. Os valores familiares devem sempre prevalecer em meio a tanto apelo comercial que as vezes tenta ofuscar o real sentido da festa: o Nascimento do Salvador.

                Aproveite este mês para amar mais, sorrir mais, passar mais tempo com a família e os amigos e prepara-se por 31 dias para um novo ano que em muito breve chegará. Vamos viver este dezembro!