Nova licitação prevê coleta diária para exames laboratoriais

0
160

Em tramitação no setor de licitação da Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos, o novo processo para a contratação anual de uma empresa para fazer exames laboratoriais prevê a coleta diária em todos os postos de saúde. A informação foi dada pelo titular da pasta, Marco Aurélio Alves Feitosa durante audiência pública (foto) sobre o assunto nesta sexta-feira, dia 24, na Câmara Municipal, no centro. Segundo ele, a expectativa é que essa fase de escolha da futura prestadora de serviço seja concluída o mais rápido possível por tratar-se de um tema prioritário.

Na atualidade, a coleta de exames laboratoriais está sendo feita em dias alternados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em razão de limitações contidas no contrato emergencial de 180 dias renovado pela segunda vez este ano, em outubro. No citado mês, o serviço ficou suspenso de 7 a 17 por questões burocráticas. No total, são oferecidos pela rede pública de saúde local 393 tipos de análises laboratoriais perfazendo 35,2 mil exames mensais beneficiando em média 4,4 mil usuários. Por mês, para garantir o atendimento aos pacientes são desembolsados R$120 mil.

Ainda, de acordo com Marco Aurélio, o mais importante de tudo está sendo manter sempre a qualidade dos exames laboratoriais. Além disso, o secretário aposta na melhoria dos serviços básicos prestados nos postos de saúde em geral. Na audiência pública convocada por meio de um requerimento verbal do vereador Renato Ramos de Souza (PPS), o Renatinho Se Ligue, o gestor da pasta anunciou que já assinou os contratos para a compra de remédios a maioria em falta nas UBSs. Ele (foto) elogiou o dinamismo da recém-nomeada comissão de licitação.

Na reunião, o vice-presidente do Poder Legislativo, Hodirlei Martins Pereira (PPS), o Mineiro informou a destinação de R$12 mil mensais oriundos da pasta da Saúde para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), na Vila Santa Margarida. O convênio deve ser assinado, em breve. Com isso, será possível a volta do atendimento clínico na entidade filantrópica parado há mais de um mês. Aliás, nos últimos dias, a maioria dos vereadores tem participado de encontros no Palácio da Uva Itália para resolver o impasse. Um grupo de mães acompanhou a audiência pública.

Deixe seu comentário