Para acabar com a sujeira e com a presença de mato nas calçadas da Escola Estadual Professora Lândia Santos Batista, no Jardim São João, em Ferraz de Vasconcelos, a vereadora e moradora no bairro, Roseli Aparecida Messias Ferreira (PRB), a Rose Fitness decidiu pedir providência a Prefeitura da cidade. A solicitação dela espera apenas ser lida em plenário para depois ser encaminhada para as providências cabíveis.

Segundo ela, o lixo e a densa vegetação no leito carroçável da Rua Engenheiro Cláudio Abraão, 210, impedem o fluxo normal de crianças e de pedestres obrigando as pessoas a andarem no meio da via pública podendo assim sofrer algum de tipo de acidente de trânsito. Drama semelhante enfrenta os moradores e transeuntes na Rua Maria Joaquina de Abreu bem defronte ao número 225, no Jardim das Mercedes, na região da Vila Santa Margarida. A vereadora também pedirá a conservação do local.

Ainda mesma via pública a escuridão toma conta, no entanto, nas proximidades da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Sylvia da Silveira de Martini, o que requer uma urgência muito maior para resolver o problema da falta de iluminação pública pelo setor competente da municipalidade. Além disso, Rose Fitness cobrará a substituição de uma luminária na altura do número 77, tendo em vista que o perímetro encontra-se às escuras e, com isso, provocando medo à comunidade, em geral.

Reivindicação com o mesmo objetivo também está preparada postes localizados na esquina das Tiradentes e Sebastião Leite, na Vila Andeyara. De acordo com o documento, o trecho está no breu há mais de cinco meses, entretanto, nenhuma medida concreta foi adotada pela Coordenadoria Técnica de Iluminação Pública (Ctip), o que é um fato lamentável, já que o cidadão paga em dia a sua taxa de luz e, em contrapartida, Ferraz continua na escuridão.

A vereadora elaborou ainda o pedido de limpeza e capinação do entorno do campo de futebol Estrela na Rua Hidelbrando da Silveira, 480, no Jardim São João. A falta de manutenção daquela praça de esporte além de prejudicar os atletas amadores complica a vida de moradores que todos os dias fazem caminhadas matinais no local. No fundo, o espaço esportivo não oferece as mínimas condições para a prática de atividades físicas e muito menos para jogar bola.

Aliás, Rose Fitness quer mesmo é que a administração da cidade providencie a conservação, por exemplo, dos Ginásios Municipais Marcelo Guerra, no centro, Professor Adão Dias dos Santos, na Vila Sofia e Paulo José da Cruz, o Paulão, no Jardim Júlio de Carvalho. Este último, estar inclusive fechado há meses por ter sofrido a ação de vândalos que levaram a fiação elétrica, entre outros, objetos. Enquanto isso, os interessados precisam ir até ao Adão Dias para bater uma de futebol de salão e jogar basquete.