Por Junior dos Anjos

         Jair Bolsonaro realizou nesta terça-feira, 24 de setembro, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, o discurso de abertura da 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). Desde 1949, tradicionalmente, cabe ao Chefe de Estado do Brasil fazer o discurso de abertura, seguido do presidente dos Estados Unidos.

         A expectativa para a fala de Bolsonaro seria de cerca de 15 minutos, porém o Presidente do Brasil gastou cerca de 30 minutos em um discurso voltado para críticas a imprensa, Governos Europeus e ao Cacique Raoni.

         O presidente foi enfático em reafirmar sua oposição a iniciativas internacionais que se oponham à soberania brasileira na Amazônia e classificou como “sensacionalistas” as publicações e coberturas da imprensa internacional sobre as queimadas no Brasil. Para Jair Bolsonaro, a Amazônia não está ardendo em chamas.

         Confira os principais pontos da fala do presidente Jair Bolsonaro, na ONU, em nosso Telejornal Bom Dia Ferraz de amanhã, a partir das 09h, pela página da TV Cenário, no Facebook.