O presidente americano Donald Trump reagiu no Twitter, na noite desta terça-feira (7), ao ataque iraniano a duas bases que abrigam tropas dos Estados Unidos no Iraque.

“Está tudo bem! Mísseis lançados do Irã contra duas bases militares localizadas no Iraque. Avaliação das vítimas e mortes ocorrendo agora. Até o momento, tudo bem! Temos, de longe, as forças armadas mais poderosas e bem equipadas do mundo! Farei uma declaração amanhã de manhã.”

Um militar americano afirmou à rede de televisão CNN que as forças armadas foram previamente avisadas do ataque, e que as pessoas tiveram tempo de se abrigar em bunkers. Autoridades americanas informaram à imprensa que não há relatos de vítimas dos EUA.

Inicialmente, fontes de segurança do Iraque relataram à CNN que havia vítimas iraquianas. Depois, entretanto, outras fontes do país não confirmaram a informação.

Pouco antes de Trump, o ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, escreveu, também no Twitter, que “o Irã adotou e concluiu medidas proporcionais em autodefesa”. “Nós não buscamos a escalada [do conflito] ou a guerra, mas nos defenderemos de qualquer agressão”, acrescentou.

As duas bases atacadas no Iraque abrigam forças americanas e iraquianas. Elas foram atingidas por mais de uma dúzia de mísseis iranianos na noite desta terça (7) — madrugada de quarta (8) no horário local –, numa ação de vingança pela morte do general Qassem Soleimani num ataque de drone americano.

A base aérea de Ain Al-Asad, no oeste do país, é uma das que foram atingidas. A outra está em Erbil, na região curda do Iraque. A Guarda Revolucionária do Irã assumiu a responsabilidade pelos lançamentos dos mísseis.

Resumo dos acontecimentos:


mais de 12 mísseis foram lançados pelo Irã contra duas bases no Iraque que abrigam forças americanas e iraquianas
o Pentágono confirmou o ataque, o Irã assumiu a responsabilidade e ameaçou realizar ataques dentro dos Estados Unidos se os americanos revidarem a ofensiva
a ação é vingança pelo assassinato do general iraniano Qassem Soleimani
houve relatos iniciais de vítimas iraquianas, que não foram confirmados
Trump não falou publicamente, mas reagiu no Twitter com um post em que afirma que “está tudo bem”
O preço do petróleo subia no mercado futuro por volta de 22h (horário de Brasília)
Uma fonte de segurança do Iraque disse à CNN que 13 foguetes atingiram a base de Al-Asad, e que eles foram lançados de uma distância de cerca de 10 km. Fontes curdas afirmaram que os mísseis atingiram duas partes separadas de Erbil: um caiu dentro do perímetro do aeroporto, mas não explodiu, e o outro caiu cerca de 33 km a oeste da cidade sem deixar vítimas.

FONTE:G1