A advogada e ex-vereadora, Jeruza Lisboa Pacheco Reis, deixou em 31 de janeiro o comando da Secretaria da Mulher de Poá, por razões profissionais. Jeruza vai atuar em novos projetos em Mogi das Cruzes. A decisão já havia sido comunicada ao prefeito Gian Lopes, que agradeceu Jeruza pelo empenho e profissionalismo na administração municipal. Com a saída da advogada, a assistente social Jislene Barreto de Santana foi nomeada para o cargo de secretária da Mulher.

“Desejo muito sucesso à minha amiga Jeruza neste novo desafio profissional que ela vai assumir. Sempre é importante reforçar que ela é uma mulher guerreira, que gosta de grandes desafios e sempre lutou por avanços e melhorias em Poá e em outras cidades da região e no posto de secretária da Mulher de Poá realizou um grande trabalho, com projetos de destaque e que hoje são referências em todo o Alto Tietê. Ela sai com todas as honras e glórias e as portas estarão sempre abertas”, ressaltou o prefeito Gian Lopes, ao lado de Jislene, Jeruza, do chefe de Gabinete, Rogério Tarento e do secretário de Cultura, Mário Sumirê.

De acordo com Jeruza, comandar a Secretaria da Mulher de Poá foi uma experiência única. “Aprendi muito e contribuí para uma gestão de austeridade financeira e principalmente para implementação de diversos projetos, sempre com muito planejamento e criatividade, já que mesmo com as limitações orçamentárias, no Poder Público é necessário demonstrar praticidade quanto às políticas públicas participativas”, explicou a advogada.

CONQUISTAS
Na Secretaria da Mulher, Jeruza teve grande destaque com as campanhas educativas sobre a Lei Maria da Penha; Carreta da Mamografia; atendimento e orientação às poaenses; programa Mulher/Empregabilidade, que oferece vagas emergenciais para mulheres com medida protetiva concedida; Roda Reflexiva com réus agressores, oficinas terapêuticas, entre outros; assistência em espaço exclusivo na Delegacia de Polícia Civil (Sala Rosa); parceria com a Segurança Urbana de Poá para o pleno funcionamento da Patrulha Maria da Penha e implantação da Sala Lilás; conquista de aluguéis sociais para mulheres vítimas de violência doméstica; implantação na Secretaria da Mulher do eixo de prevenção e atendimento à mulher em tratamento oncológico, que segue com a parceria com o núcleo de Oncologia da Saúde; implantação de oficinas de tear e de tricô (Tricoterapia); implantação do Banco de Perucas, parceria com a Cabelegria; doação de lenços e toucas; Banco de Mamas do Amor e sutiãs para mulheres mastectomizadas; e a Campanha da Tampinha do Amor, para ajudar as protetoras de animais da cidade.

“Tivemos ainda o Curso de Promotoras Populares Poaenses, com noções de direito e cidadania para mulheres líderes, entre outras pequenas e pontuais ações que no conjunto engrandeceram o governo no trato à mulher. Foi um prazer servir ao povo poaense ao lado do prefeito Gian Lopes e de secretários tão valorosos. Saio com gratidão e deixando a porta aberta, com a certeza de que, onde quer que eu esteja, estarei para servir”, concluiu Jeruza.

NOVA SECRETÁRIA
Jislene Barreto de Santana é assistente social e está cursando pós-graduação em Gestão Pública. É ex-presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Poá “Ana Maria Guerra Guida” e é filha de Manoel Freitas de Santana (ex-vereador de Poá) e Waldelice Barreto de Santana.

Atuante em trabalhos sociais em Poá e outros municípios, Jislene assume a Secretaria da Mulher de Poá com o objetivo de dar andamento aos projetos atualmente desenvolvidos pela pasta e buscar novas ações e iniciativas em prol das mulheres poaenses. “Agradeço a confiança do prefeito Gian Lopes e tenho certeza que encontrarei todas as condições necessárias para fazer um grande trabalho em prol do município”, concluiu.

Foto e Fonte: Flávio Aquino/Departamento de Comunicação de Poá