A Central de Segurança Integrada (CSI) flagrou na madrugada do domingo (22/03) um indivíduo furtando materiais hospitalares e de limpeza da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Natal. De imediato, agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) foram acionados e prenderam o suspeito, que foi encaminhado à Delegacia Central de Polícia para as providências necessárias.

De acordo com o comandante da GCM de Suzano, Sérgio de Assis Andrade, toda a ação ocorreu das 3 horas às 3h30 deste domingo. “As câmeras da CSI flagraram o furto e, imediatamente, nossos guardas que estavam em patrulhamento foram acionados. Em pouco tempo chegaram ao local e deram voz de prisão ao acusado”, explicou.

No local, os GCMs encontraram o suspeito com uma caixa com detergentes, água sanitária, desinfetante, álcool e álcool em gel, entre outros produtos de limpeza e de utilidade médica.

Após verificação dos antecedentes do indivíduo, foi constatado que ele tem mandado de prisão em aberto por outros crimes. “Desta forma, conduzimos o autor do furto à Delegacia Central de Polícia, onde o delegado ratificou a voz de prisão e recolheu o mesmo para ficar à disposição da Justiça, onde responderá pelos crimes praticados”, concluiu.

Tráfico e captura

Horas depois, no bairro Rincão das Lendas, em Palmeiras, a GCM atendeu a outra ocorrência, desta vez envolvendo tráfico de drogas e captura de procurado. Uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) patrulhava perto da rua Santa Gema quando avistou dois jovens sentados nos trilhos da linha férrea que corta o bairro, um de 15 e outro de 21 anos.

Durante a revista foi localizada uma sacola com 22 papelotes de cocaína, 87 porções de maconha, 122 pinos com crack e R$ 175 com o menor de idade, que confessou vender entorpecentes na localidade. Já o maior, que estava com uma réplica de arma de fogo, se intitulou “segurança da biqueira” e afirmou que estava foragido desde o outubro de 2019 do sistema prisional, onde cumpria pena por roubo, após sair no indulto do Dia das Crianças e não retornar mais.

Antes de serem encaminhados para a Delegacia Central de Polícia, ambos ofereceram dinheiro aos agentes da GCM para libertá-los, fato este que também foi repassado à autoridade de plantão presente para o registro do boletim de ocorrência.

Crédito das fotos eFonte: Divulgação/Secop Suzano