A Prefeitura de Suzano deu início na quinta-feira (09/04) ao projeto de telemedicina, com atendimento por vídeochamada, que conecta o paciente que apresenta sintomas do novo coronavírus (Covid-19) com um médico. Só neste primeiro dia de teste, entre 8 e 19 horas, 22 suzanenses entraram em contato com a Central de Combate ao Coronavírus, que atende pelo número ‪0800 484 8001. O serviço agora retorna no próximo dia 13 (segunda-feira), com atendimento das 8 às 20 horas, de segunda a sexta-feira, exceto feriados.

O projeto visa oferecer ao paciente um atendimento rápido e seguro que funciona da seguinte forma: a pessoa que apresentar sintomas da Covid-19 pode ligar para a central e, neste primeiro contato, a atendente vai realizar uma triagem, com pedidos de informações como CPF e endereço. Em seguida, vai encaminhar um SMS. Quando a mensagem chegar ao celular, o usuário deverá clicar no link, que vai direcioná-lo a uma vídeochamada com um médico. E a partir daí ele terá todo o atendimento adequado.

Inicialmente, serão 20 pontos da telemedicina em Suzano. Para tanto, foi implantada uma central nas dependências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e outra no Ambulatório de Especialidades Dr. Joracy Cruz. O horário de funcionamento do serviço é das 8 às 20 horas. O software exclusivo foi montado pela empresa de tecnologia Datalogix.

A médica Miriam Harada é uma das profissionais que atuam no projeto e avalia o impacto positivo da medida à população. “É muito importante porque abre um outro canal para população ter acesso ao serviço e se informar e preserva tanto o paciente quanto a equipe médica, pois sem o contato direto, o risco de infecção não existe. Além disso, este modelo vai dar a oportunidade para muito mais gente participar do que o atendimento tradicional”, disse.

“Vale destacar que o novo serviço vai realizar ainda um acompanhamento, ou seja, os cidadãos que estiverem com os sintomas receberão mensagens no celular a cada 48 horas, a fim de que seja monitorado o quadro clínico da pessoa”, detalhou o secretário municipal de Saúde, Luis Claudio Guillaumon.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi destacou que este é um trabalho pioneiro, sendo Suzano uma das primeiras cidades do País a implantar tal sistema, que teve origem em Israel e é bastante aplicado nos Estados Unidos, no Canadá e em países da Europa.

“Temos um único objetivo: o de facilitar o atendimento às pessoas num período de pandemia e assim preservar vidas. Tenho certeza de que esse serviço vai ajudar nossa atuação no enfrentamento ao Covid-19”, concluiu o prefeito.

Créditos das fotos e Fonte: Wanderley Costa/Secop Suzano e Paulo Pavione/Secop Suzano