A Guarda Civil Municipal (GCM) de Ferraz de Vasconcelos, em parceria com as secretarias municipais de Serviços Urbanos e Obras, Planejamento Urbano, Saneamento, Verde, Meio Ambiente e Habitação, demoliu no dia 24 de abril, uma construção irregular instalada em Área de Proteção Permanente (APP) no bairro do Cambiri. Nesta semana, a corporação havia realizado o mesmo trabalho, também no Cambiri, mas em outra APP. Ambos os locais são de propriedade da Prefeitura.

Por meio de denúncias e patrulhamento ambiental preventivo, a GCM localizou as duas regiões, que inclusive já são monitoradas constantemente pela Guarda. Em ação no último dia 22 (quarta-feira), na Estrada Manoel Sebastião, uma construção de alvenaria não habitada foi demolida pela municipalidade, que também identificou o responsável. O mesmo, quando indagado, disse ser dono do local e ter autorização de construção, mas não apresentou documentos de alvará/licenciamento e agora poderá responder por possíveis crimes ambientais de parcelamento clandestino de solo.

Já na ação de hoje, realizada na Estrada Manoel de Oliveira Ramos, a GCM não identificou os responsáveis, mas a área contará com a intensificação de patrulhamento. Vale destacar que a Guarda de Ferraz tem investido na prevenção ambiental e atuado não só com invasões, mas também no descarte irregular de resíduos e outras infrações neste sentido.

“Estas áreas continuarão sendo monitoradas, assim como outras no município que são assistidas de forma contínua pela GCM. A atuação da Guarda tem sido efetiva no combate aos crimes ambientais e ainda contamos com a ajuda da população, que pode denunciar pelo 153 ou pelo 4674-4334”, afirmou o comandante da GCM ferrazense, Cléverson Ramos, sobre a continuidade do trabalho com o objetivo de inibir práticas danosas aos meio ambiente.

Fonte: DeCom Ferraz