Para tentar responder o estado de apreensão e, ao mesmo tempo, tranquilizar os profissionais municipais que estão atuando na linha de frente no combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a vereadora Roseli Aparecida Messias Ferreira (PSC), a Rose Fitness decidiu cobrar da Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos informações sobre a uma possível falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). O pedido foi aprovado, na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 11.

            No documento, basicamente, a parlamentar questiona o Poder Executivo se, de fato, os servidores da Secretaria Municipal da Saúde não estão recebendo EPIs para exercer com o mínimo de segurança o seu trabalho de prevenção à doença. Além disso, ela quer saber se a quantidade distribuída pelo setor competente da municipalidade é suficiente para atender toda à demanda, ou seja, aos mais de 700 funcionários da citada pasta.

            Segundo ela, há relatos de servidores que preferem não revelar o nome que a maioria deles vive bastante preocupada porque precisa atuar no enfrentamento a virose que até quarta-feira, dia 13, já matou 22 moradores e infectou 191 pessoas na cidade, porém, não possui o aparamento de segurança necessário. “No fundo, os funcionários criticam reservadamente a falta de EPIS e, com isso, com razão expõem essa viável deficiência da administração local”, adianta Rose Fitness.

            A vereadora acrescentou ainda que alguns servidores afirmaram que as máscaras distribuídas são usadas o dia inteiro e, portanto, descumprem as normas de higiene. Em geral, o uso de proteção facial tem duração de poucas horas e, neste caso, é essencial ocorrer à troca para assim evitar a própria contaminação da Covid-19. “Em suma, esses profissionais são verdadeiros heróis, mas necessitam da devida proteção. Por isso, estou exigindo uma atenção para a categoria”, finaliza Rose Fitness. Na região, já são 331 profissionais de saúde infectados.

Por Pedro Ferreira, em 14/05/2020.