Uma professora de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, foi demitida pela Secretaria Estadual de Educação após comentários sobre o aborto legal feito pela menina de 10 anos, vítima de estupro em São Mateus (ES). Eliana Nuci de Oliveira lecionava na educação básica da E.E. Prof. Frederico de Barros Brotero e E.E. Fábio Fanuchi e em seus comentários, minimizou e questionou a forma que a garota agiu nesta situação.


“Agora tirar a vida de um inocente é triste demais. Criança se defende chorando para mãe, está menina nunca chorou por quê? Não foi nenhuma violência. Ela já tinha vida sexual há 4 anos com esse homem. Deve ter sido bem paga”, escreveu a professora em comentários do Facebook.

O secretário estadual de Educação, Rossieli Soares da Silva, informou que a professora já foi exonerada.

“É um absurdo uma profissional que deve ser educadora e defensora da infância afirmar que não é uma violência. Repúdio total a qualquer um que defenda um absurdo”, disse.