Ferraz de Vasconcelos aparece na posição 175 em um ranking que analisou 876 cidades grandes com o objetivo de apontar os melhores municípios do Brasil para envelhecer. O Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL) foi elaborado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, que utilizou metodologia da Fundação Getúlio Vargas. A cidade ferrazense ficou à frente de Santa Isabel e Itaquaquecetuba, que também estão inseridas na região do Alto Tietê.

Na análise, foram verificados 50 indicadores divididos em sete variáveis: Cuidados de Saúde, Bem-Estar, Finanças, Habitação, Cultura e Engajamento, Educação e Trabalho e Indicadores Gerais. Na última categoria, Ferraz esteve muito próximo, com 84 pontos, da cidade que liderou o ranking, São Caetano do Sul, também em São Paulo, que contabilizou 89 de desempenho.

Cabe destacar que o IDL tem o propósito de indicar, de forma clara e objetiva, aspectos positivos e negativos de cada uma destas cidades para que gestores possam desenvolver ações que promovam o aumento da longevidade com qualidade nestes locais.

“Estamos felizes pela posição que Ferraz se encontra, considerando que mais de 800 municípios foram analisados e o quão carente de recursos nossa cidade é. A terceira idade e sua qualidade de vida sempre foram prioridades para nossa administração e com o IDL deste ano, vimos que estamos no caminho certo e ainda temos mais uma ferramenta para traçar ações de melhorias neste sentido”, afirmou o chefe do Executivo ferrazense, José Carlos Fernandes Chacon, o Zé Biruta, sobre o lugar da cidade no ranking IDL 2020.