O Mogi das Cruzes Basquete perdeu para o São Paulo por 112 a 75, na noite desta terça-feira (17), no Ginásio Hugo Ramos, pelo NBB (Novo Basquete Brasil). O próximo desafio da equipe já será nesta quinta-feira (19), às 21h, contra o Franca, também no Hugão, com transmissão ao vivo pelo DAZN.

O time da capital começou melhor o jogo e abriu uma diferença no primeiro quarto de nove pontos (20 a 11). No segundo período, a partida ficou equilibrada com vitória do São Paulo por dois pontos (25 a 23). O terceiro quarto foi determinante para o triunfo tricolor, que venceu por uma diferença de 23 pontos (41 a 18). No último, o confronto voltou a ficar equilibrado, mas com vantagem para o time visitante (26 a 23).

“O jogo não foi da forma que gostaríamos. Principalmente, depois da partida que fizemos contra o Bauru e percebemos uma evolução no time. Foi um jogo muito mais físico. Hoje, não conseguimos sair da boa qualidade dos jogadores do São Paulo. Teremos que rever as coisas e trabalhar muito, porque cada jogo é uma situação”, adverte o técnico Guerrinha.

Os destaques da partida foram o ala-pivô Fabricio Russo, cestinha com 23 pontos, cinco rebotes e 26 de eficiência, o armador Fúlvio Chiantia, com 11 pontos, cinco rebotes e cinco assistências, o ala Dominique Coleman, com dez pontos e o pivô Douglas Kurtz, com nove pontos e três rebotes.

A partida desta noite marcou o retorno do ala-pivô Luis Gruber às quadras. O camisa 20 ficou afastado por 10 meses, por conta de uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Gruber jogou pouco mais de 12 minutos, e anotou três pontos. O grupo não contou com o ala Luiz Colina, afastado por uma tendinite na perna esquerda. O atleta passou por exames e aguarda avaliação médica.

Para mais fotos do jogo, acesse: https://www.flickr.com/photos/mogibasquete/albums/72157716930529528

Fotos: Antonio Penedo/Mogi Basquete.

Sede em Mogi

Além de Mogi Basquete e São Paulo, o Hugão recebeu mais dois jogos nesta terça (17). No duelo paranaense, o Campo Mourão venceu o Pato Basquete por 82 a 78. No confronto nordestino, Unifacisa e Fortaleza, os paraibanos levaram a melhor por 69 a 67. O ginásio ainda terá outros 32 jogos até dezembro.

As partidas são válidas pela primeira fase da temporada 20/21, que foi dividida em seis sedes por conta da pandemia para evitar grandes deslocamentos, sem presença de público. As outras são Maracanãzinho (Rio), Morumbi (São Paulo), no Parque São Jorge (Corinthians), Henrique Vilaboim (Pinheiros) e Ginásio da IESPLAN (Brasília).