Na fuga, os criminosos incendiaram os veículos utilizados na ação. Esquadrão Antibombas detonou um explosivo encontrado no banco. Um suspeito foi preso durante a madrugada, mas a polícia ainda tenta localizar os outros criminosos.

Bandidos explodiram e roubaram uma agência da Caixa Econômica Federal durante a madrugada desta sexta-feira (4) em Belford Roxo, Baixada Fluminense.

Homens do Esquadrão Antibombas foram acionados e detonaram, às 8h51, um explosivo deixado pelos criminosos dentro da agência. Um suspeito foi preso durante a madrugada, mas a polícia ainda tenta localizar os outros criminosos.

O banco roubado fica na Estrada Manoel de Sá, no bairro Lote 15 e, segundo a polícia, os criminosos espalharam pregos na via onde o crime foi cometido.

Após a fuga, eles incendiaram os três veículos usados na ação. Os veículos foram deixados na ponte da Avenida Presidente Kennedy, limite com Duque de Caxias.

Os criminosos também incendiaram uma Kombi e um caminhão para impedir a aproximação dos policiais do 39º BPM (Belford Roxo). Os bombeiros foram acionados às 3h30.

Motorista de kombi foi ameaçado

O motorista da kombi estava levando a mulher para o hospital quando foi surpreendido pelos criminosos.

“É meu ganha pão, a ferramenta que eu tinha pra defender o pão de cada dia. Eu estava saindo cedo pra levar ela (a esposa) para uma revisão, ela se trata no Into, quando eu me deparei com o caminhão em chamas, tentei retornar, mas fui surpreendido por uma EcoSport. Uns cinco meliantes, um já desceu com a garrafa gritando: ‘atravessa o carro! Vou atirar, vou te matar, vou matar sua família, desce, desce do carro’. Eu falei: ‘vou tirar minha família’ e ele começou a jogar gasolina”, disse Arthur, que chegou a ficar com as mãos feridas por causa do fogo.

Os criminosos também incendiaram uma Kombi e um caminhão para impedir a aproximação dos policiais do 39º BPM (Belford Roxo). Os bombeiros foram acionados às 3h30.

Motorista de kombi foi ameaçado

O motorista da kombi estava levando a mulher para o hospital quando foi surpreendido pelos criminosos.

“É meu ganha pão, a ferramenta que eu tinha pra defender o pão de cada dia. Eu estava saindo cedo pra levar ela (a esposa) para uma revisão, ela se trata no Into, quando eu me deparei com o caminhão em chamas, tentei retornar, mas fui surpreendido por uma EcoSport. Uns cinco meliantes, um já desceu com a garrafa gritando: ‘atravessa o carro! Vou atirar, vou te matar, vou matar sua família, desce, desce do carro’. Eu falei: ‘vou tirar minha família’ e ele começou a jogar gasolina”, disse Arthur, que chegou a ficar com as mãos feridas por causa do fogo.

Logo depois de sair da kombi, ele conta que precisou se jogar no chão em cima da mulher para tentar protegê-la. Ainda segundo Arthur, os criminosos começaram a atirar logo depois, chegando a atingir a Kombi.

Por: G1