Os candidatos Marcus Melo (PSDB) e Caio Cunha (PODE) se enfrentaram nas urnas mais uma vez, por causa do segundo turno no município

No último domingo, 29 de novembro, a cidade de Mogi das Cruzes vivenciou uma das disputas épicas do Alto Tietê. Os candidatos Marcus Melo (PSDB) e Caio Cunha (PODE) se enfrentaram nas urnas mais uma vez, por causa do segundo turno no município. Caio Cunha saiu vitorioso no confronto eleitoral.

       Caio Cunha ganhou com uma porcentagem de 58,39% que totalizou 114.656 e Marcus belo obteve 41,61% que totalizou 81.714 votos, não resistindo a virada do seu opositor, saindo assim derrotado nas urnas.

       Vale salientar que há duas décadas não acontecia segundo turno na cidade de Mogi das Cruzes. Os votos brancos somaram 8.348, nulos foram 15.738 e as abstenções chegaram a 99.370.

       Caio Cunha é natural de Mogi das Cruzes, tem 42 anos, e está no seu segundo mandato como vereador. Ele tem formação em Tecnologia da Informação, é pós-graduando em Gestão de Projetos pela Esalq/USP e mestrando em Cidades Inteligentes e Sustentáveis.

       “A nossa proposta é da criação de uma agência norteadora, em que a gente vai pensar a cidade para os próximos 40 anos. Que cada próximo prefeito vai ter que assumir um compromisso de dar continuidade ao projeto. O que acontece na política convencional é que muda o prefeito, apaga tudo. A gente pensa na cidade”, discursou Caio Cunha em entrevista coletiva logo após ser eleito.

Por Junior dos Anjos