Prefeitos e secretários de Saúde, das atuais e das novas gestões municipais, participaram na manhã de quinta-feira (17/12) de uma reunião promovida pelo CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê com o objetivo de discutir estratégias de enfrentamento da pandemia e para a campanha de vacinação prevista para começar em janeiro. Além da reorganização da rede de atendimento aos pacientes infectados pelo coronavírus, principalmente com ampliação de leitos de UTI, foi proposto um plano regional para imunização dos grupos prioritários.

Ao término da reunião já foi solicitada uma agenda, em caráter de urgência, com o vice-governador Rodrigo Garcia e com o secretário de Estado da Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn. Na pauta, o pleito prioritário é a revisão do mapa de leitos da rede de saúde do Alto Tietê, com a ampliação imediata da capacidade para atender a alta na demanda registrada já nas últimas semanas e preparar a região para o aumento de casos que os dados epidemiológicos apontam para o mês de janeiro.

“São assuntos importantíssimos e é fundamental esse momento da transição, pensando no planejamento da campanha de vacinação e, principalmente, na suficiência da rede de assistência aos infectados. O consórcio vai manter o propósito da cooperação, de criar uma atuação regional para o enfrentamento da pandemia porque essa é uma situação que afeta quem está na prefeitura hoje e quem está chegando. Não podemos ter interrupções nas ações”, ressaltou o presidente do CONDEMAT, prefeito Adriano Leite.

Os dados do Censo Covid-19 apontam que o Alto Tietê registra uma taxa de ocupação de 70% nos leitos de UTI, com um aumento de 110% das internações. Atualmente estão ativos 210 leitos de UTI nos hospitais públicos da região –  107 nos estaduais e 103 nos municipais. Um levantamento preliminar do CONDEMAT aponta a possibilidade de ampliação de pelo menos mais 70 leitos na rede pública. O pleito do consórcio é de que essas vagas sejam implantadas, em especial, nos Hospital das Clínicas de Suzano, no Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti (Mogi) e no Hospital Padre Bento (Guarulhos), além do suporte de insumos para o Regional de Ferraz.

“Diante da desmobilização dos hospitais de campanha, do aumento dos dados estatísticos de casos novos nas últimas semanas e do esperado para janeiro, essa quantidade de leitos não é suficiente para atender a demanda da região. Precisamos de um plano imediato para garantir que, assim como foi no primeiro pico da pandemia, não falte leito para nenhum morador do Alto Tietê. Esse plano envolve principalmente a ampliação de vagas nos hospitais estaduais e também em alguns serviços municipais com atendimento regional”, explicou o presidente.

Vacinação

Na região, com a participação de todos os municípios do CONDEMAT, foi deliberado um plano regional para a imunização dos grupos prioritários. Como o Plano Nacional de Vacinação apresentado ontem pelo Ministério da Saúde não traz cronograma de etapa, a Região faz seu planejamento baseada na escala estadual, que começa em 25 de janeiro e se estende até março. As primeiras propostas construídas são da vacinação em sistema drive-thru nas cidades, em horários pré-definidos, reforço na segurança e cooperação entre os municípios para armazenamento das vacinas. O Consórcio também já deu início ao processo de registro de preços para, se necessário, fazer a compra coletiva de insumos como agulhas e seringas e de câmaras frias para acondicionar as doses.

Ao Governo do Estado foi solicitado pelo CONDEMAT o quantitativo da população prioritária a ser imunizada na região, assim como a garantia do envio de vacinas em quantidade suficiente para não ter interrupções na campanha.

“A união continua a ser a melhor estratégia. Ainda faltam muitas respostas, mas não podemos ficar parados porque a campanha pode começar tanto no dia 25 de janeiro como antes desta data. As propostas estão sendo construídas juntas e teremos outros encontros ainda neste ano para avançar no planejamento de uma campanha realmente eficaz no Alto Tietê”, conclui a coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do CONDEMAT, Adriana Martins.

Participaram da reunião os prefeitos eleitos Eduardo Boigues (Itaquaquecetuba), Caio Cunha (Mogi das Cruzes), Vanderlon Oliveira Gomes (Salesópolis), Adriano Levorin (Santa Branca) e Rodrigo Ashiuchi (Suzano), além da vice-prefeita eleita Teresinha Pedroso (Santa Isabel) e as equipes de saúde atuais e novas das cidades de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Branca, Santa Isabel e Suzano.