O presidente da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, vereador reeleito, Agílio Nicolas Ribeiro David (PSD) está devolvendo aos cofres da Prefeitura da cidade a quantia exata de R$1.470.000,00. Esse montante foi economizado durante todo o ano de 2020. Segundo ele, o estorno desse valor ao erário público local é fruto de uma gestão eficiente e, ao mesmo tempo, comprometida com o dinheiro do povo.

            Por isso, o parlamentar aproveita para destacar o perfil técnico de servidores da Casa para o sucesso dos gastos ao longo dos últimos 12 meses, assim como, de um corpo político, ou seja, os vereadores agindo em perfeita sintonia com o que determina a legislação em geral, porém, sobretudo, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Na verdade, tudo que é feito no nosso Legislativo atende aos preceitos legais”, diz Nicolas.

            Além disso, ele acredita que as medidas administrativas adotadas durante esse período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a partir de março deste ano, também acabou contribuindo para que a Câmara Municipal reduzisse ainda mais as suas despesas diárias. Como exemplos, o presidente cita a permissão do trabalho a distância, o chamado home office e o fechamento momentâneo de gabinetes.

            Na prática, essas ações influenciadas pela crise sanitária diminuíram os gastos com material de escritório, com o consumo de energia elétrica e de água, entre outras, despesas do cotidiano. Em 2020, o Legislativo recebeu o repasse de R$13 milhões. Aliás, pela a Lei Orçamentária Anual (LOA) recém-promulgada, no ano que vem, a Casa vai ter direito ao mesmo valor. Com isso, a futura Mesa Diretora precisará ser ainda mais rigorosa nos gastos.

                                                 Reconhecimento

Para concluir, o presidente Nicolas faz questão de agradecer publicamente o papel de cada membro da Mesa Diretora, isto é, do vice-presidente, Antonio Marcos Atanazio (Solidariedade), o Marcos BR, da primeira secretária, Roseli Aparecida Messias Ferreira (PSC), a Rose Fitness, do segundo, Marcos Antonio Castello (Republicanos), o Ratinho e do terceiro secretário, José Nelson Ferreira (Republicanos), o Pastor Nelson. “Além é claro de todos os funcionários da Casa”, avalia Nicolas.

Por Pedro Ferreira, em 30/12/2020.