O Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) abre a partir da próxima segunda-feira (11/01) o formulário on-line de indicações para o projeto “Mulheres Fazendo História na Cidade de Suzano”, que segue para a segunda edição neste ano. A iniciativa visa homenagear mulheres ou grupos de mulheres que promoveram avanços na cidade. Qualquer pessoa pode indicar um ou mais nomes por meio do link http://bit.ly/MulheresFazendoHistória2021, até o dia 30 de janeiro.

De acordo com a primeira-dama e dirigente do Saspe, Larissa Ashiuchi, a ação tem por objetivo dar visibilidade e resgatar a memória dessas mulheres. “Suzano é uma cidade construída por muitas mãos. Não podemos deixar de lembrar do protagonismo feminino nesta história. Caminhamos para a segunda edição do projeto, que é uma singela homenagem às mulheres suzanenses que tanto fizeram pelo município. É a oportunidade de reconhecer e agradecer pela contribuição à sociedade”, disse.

O projeto vai eleger oito nomes para serem homenageados durante o lançamento da 9ª edição do curso Promotoras Legais Populares, em 8 de março de 2021, quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher. Para indicar um ou mais nomes, é preciso preencher o formulário on-line sobre a vida e obra da mulher indicada. 

A ideia é indicar mulheres ou grupos de mulheres que promoveram avanços na comunidade suzanense e que, a partir desse protagonismo, puderam contribuir com o crescimento social, político, econômico e cultural da história da cidade.

No ano passado, as indicadas e selecionadas foram: Rede Feminina de Combate ao Câncer; Comissão da Mulher Advogada; Associação de Assistência à Mulher, ao Adolescente e à Criança Esperança (AAMAE); e Patrulha Maria da Penha, da Guarda Civil Municipal (GCM). Também foram escolhidas as histórias da educadora Cláudia Adriana Oliveira, da advogada Elvira Pavésio, da jornalista Edmara Martins Soares e da merendeira Silmara Moraes.

Em 2020, as homenageadas foram divididas nas categorias Saúde, Direito, Comunidade, Segurança, Inclusão, História de Superação e Destaque. A expectativa é de que neste ano a seleção possa seguir essas e outras áreas que surgirem conforme as indicações.

“A seleção considera toda a história e atividade desempenhada pela mulher indicada. Por isso, no questionário on-line, pedimos para que as pessoas informem detalhes sobre as causas e objetivos da área de atuação da indicada. Em 2020 fizemos uma linda homenagem, queremos repetir a experiência e conhecer ainda mais histórias inspiradoras”, explicou a diretora do Saspe, Sandra Lopes Nogueira.

Cerimônia

A cerimônia de homenagem presencial, prevista para o dia 8 de março, está condicionada à evolução da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) nas próximas semanas. A expectativa é de que, se possível, a ação ocorra no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré (rua General Francisco Glicério, 1.354 – Centro), seguindo todas as normas e recomendações sanitárias. Do contrário, a ação pode acontecer remotamente, por meio de conferência online.