A primeira-dama de Suzano, Larissa Ashiuchi, assumiu a Diretoria de Praças, Parques e Jardins e agora é a responsável pela administração do Viveiro Municipal Tomoe Uemura. A expectativa é de que o espaço receba uma série de novidades a partir dos próximos meses, incluindo feiras de adoção de animais e um novo orquidário.

Larissa compartilhou nesta quinta-feira (14/01) detalhes sobre a coordenação do local, que conta também com o Play Pet anexo à unidade. De acordo com a primeira-dama, a ideia é aproximar cada vez mais a população do espaço, que possui uma estrutura completa voltada às ações em prol do meio ambiente. A equipe planeja instalar um novo orquidário nos próximos meses, a fim de que se torne mais um ambiente harmonioso para visitação, contemplação e, assim que possível, também para cursos de jardinagem e outras atividades.

Além do orquidário, o Viveiro Municipal também deve receber uma estufa de flores, com espécies nativas da região. Larissa explicou que Suzano leva o título de ‘Cidade das Flores’, sendo que o objetivo é reforçar esta reputação, que é um grande orgulho para todos os suzanenses. Os visitantes poderão conhecer melhor as espécies, e assim incentivar o cultivo de flores, zelando pelo cuidado ambiental.

A expectativa é de que as ações do projeto Disk Árvore e de arborização sejam intensificadas, em parceria com a população. O Disk Árvore é um projeto permanente que oferece ao munícipe o plantio de mudas em frente a sua residência ou na calçada, caso haja interesse, conforme parâmetros técnicos e análise sobre a espécie mais indicada para o local. O trabalho é realizado pelo Viveiro, mas o cuidado com a árvore e a sua manutenção caberão ao cidadão que solicitar a muda. O número do ‘Disk Árvore’ é o mesmo do Viveiro Municipal, (11) 4749-3943. Outra atividade é a doação de mudas de flores. Para participar de ambos os projetos gratuitos, basta se cadastrar apresentando um documento original com foto e comprovante de endereço.

A campanha de arrecadação de vasos também será retomada. A intenção é arrecadar vasos que possam abrigar as mudas que estão sendo cultivadas no Viveiro Municipal e que, posteriormente, serão oferecidas de graça à população suzanense. Larissa comentou que o projeto é um ciclo que se regenera, permitindo a continuidade da oferta de plantas. Por isso, o Viveiro conta com a participação de todas as pessoas que têm vasos vazios em casa. É só levar à unidade.

Animais
A primeira-dama também planeja executar ações em parceria com o Fundo Social de Solidariedade, com o Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) e com o setor de bem-estar animal. A coordenadora quer intensificar as atividades do Play Pet, promovendo novos concursos e feiras de adoção de animais domésticos. Inclusive, a unidade conta com duas cadelas para adoção: Drika, de 2 anos, e Laila, de 8. São animais resgatados, assim como outros bichinhos cuidados pelo Viveiro. Atualmente, o local abriga tartarugas, peixes, pavões, calopsitas, galinhas e coelhos que deixam o espaço cada dia mais bonito e alegre.

Aliás, a equipe planeja ampliar a área de cuidado com os coelhos. Assim que possível, a equipe quer inaugurar a ala ‘Toca do Coelho’ para que crianças e adultos possam visitar os animais e acompanhar de perto a rotina de cuidados.

O Viveiro Municipal Tomoe Uemura está localizado na avenida Senador Roberto Simonsen, 340, no Jardim Imperador, e fica aberto todos os dias, das 8 às 17 horas. Em razão das restrições previstas na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a visitação do público está limitada a 40% da capacidade do local.