São Paulo – Com a chegada de insumos para a produção de vacinas contra a Covid-19 no dia 3 de fevereiro, o governador de São Paulo, João Doria, prevê iniciar a imunização de idosos no próximo mês.

A data para o desembarque da matéria-prima da Coronavac foi anunciada pelo tucano nessa terça-feira (26/1), após encontro com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming.

Segundo o governador, mais 5,4 mil litros de insumo para produção de 8,6 milhões de doses chegam no dia 3 de fevereiro. Essa matéria-prima será processada e envasada pelo Insituto Butantan, que tem capacidade para produzir 1 milhão de doses por dia.

“Isso permitirá que ainda em fevereiro possamos iniciar a vacinação das pessoas com mais de 75 anos e mais de 70 anos aqui no estado de São Paulo”, disse o governador, em entrevista à BandNews FM.

Doria ressaltou que os detalhes do calendário para a vacinação dos idosos serão divulgados pela Secretaria de Saúde. “Eu não quero criar a expectativa para a população de pessoas idosas com uma data fixada”, afirmou o governador, acrescentando que os dias podem variar de cidade para cidade.

“Chegando aqui [os insumos], o Butantan processa, envasa e disponibiliza. Vinte por cento ficam em São Paulo e os outros 80% restantes vão para o resto do pais […] Com esse novo lote, provavelmente, iniciaremos a vacinação das pessoas com mais de 75 e mais de 70 anos”, disse.

Segundo o governador, o estado de São Paulo já iniciou a imunização de pessoas idosas que estão em lares. “São considerados aquele universo institucionalizado. Até o próximo dia 6 de fevereiro, 22 mil pessoas idosas, com mais de 65 anos, estarão vacinadas. São as mais vulneráveis”, afirmou.

Fonte: metropoles