A Novavax Inc anunciou nesta quinta-feira que sua vacina contra o coronavírus tem 89,3% de eficiência na proteção contra a variedade mais contagiosa do vírus descoberta no Reino Unido, de acordo com uma análise preliminar.

Um estudo em fase intermediária da vacina na África do Sul, onde uma outra variedade potente do vírus é comum, mostrou 60% de eficiência entre pessoas sem HIV. 

As ações da Novavax subiram 26% no pregão after hours, na esteira da publicação do relatório, que ocorreu no mesmo dia em que os Estados Unidos reportaram seus primeiros casos da variedade sul-africana.

A Novavax disse que o estudo no Reino Unido, que envolveu 15 mil pessoas com idades entre 18 e 84 anos de idade, deve ser usado na aplicação para revisão da agência reguladora britânica, europeia e em outros países. Aproximadamente 27% das pessoas no estudo têm mais de 65 anos.

Executivos em uma teleconferência disseram que a empresa também estava discutindo com a agência norte-americana de medicamentos FDA sobre se os dados do Reino Unido e da África do Sul seriam suficientes para solicitar a autorização para uso emergencial nos Estados Unidos.

A aprovação da vacina da Novavax nos Estados Unidos seria bem recebida na Europa, que atualmente luta para administrar a oferta de vacinas após Pfizer/BioNTech e AstraZeneca Plc entregarem menos doses do que era esperado.

Fonte: Terra.com