Comércio tem funcionamento até as 21 horas, com 40% de ocupação

A Prefeitura de Suzano se mantém na chamada “Fase de Transição” do Plano São Paulo até 31 de maio. A medida foi anunciada pelo Governo do Estado, sendo uma determinação vigente para todo o território paulista. Com isso, a partir da próxima segunda-feira (24/05), o limite de ocupação dos ambientes será flexibilizado passando de 30% para 40%, com funcionamento permitido entre 6 e 21 horas.

As medidas são válidas para lojas e serviços gerais, como restaurantes e similares, atividades culturais, academias, salões de beleza e barbearias, além das atividades religiosas. Todos os protocolos de higiene e distanciamento social deverão ser rigorosamente cumpridos, incluindo o uso obrigatório de máscaras, a oferta de álcool em gel, o distanciamento mínimo entre os indivíduos e o respeito à capacidade máxima de ocupação.

Quanto ao toque de recolher, a medida segue sem alteração, das 21 às 5 horas. Assim como as indicações do teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e o escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias, conforme a possibilidade.

Em relação aos parques, em Suzano, o Max Feffer e o Viveiro Municipal Tomoe Uemura, bem como PlayPet, seguem fechados. Isso porque o parque e a Arena Suzano têm sido utilizados como um dos principais polos de imunização contra a Covid-19. A vacinação no local ocorre conforme cronograma prévio, que pode ser consultado no site oficial da Prefeitura de Suzano (www.suzano.sp.gov.br).

É importante lembrar que as orientações fazem parte de uma estratégia de retomada consciente, gradual e segura das atividades econômicas. O plano leva em consideração a média da taxa de ocupação de leitos exclusivos para pacientes com coronavírus (Covid-19), número de novas internações e o número de óbitos.

De acordo com o último balanço da Secretaria Municipal de Saúde, o índice de leitos ocupados por pacientes da Covid-19 em Suzano é de 25,97%. O município conta com o registro de 18.009 casos da doença, sendo que 721 evoluíram para óbito e 14.575 se recuperaram. Em relação à campanha de vacinação, a cidade já realizou 67.272 aplicações, sendo 45.310 pessoas contempladas com a primeira dose e 21.962 que já concluíram o ciclo de imunização com a segunda dose.

Próxima etapa

Já a partir de junho, a previsão do Governo do Estado é de que a capacidade máxima de ocupação dos ambientes passe a ser de 60% e o horário de funcionamento ampliado em uma hora, com permissão de atendimento às 22 horas, e toque de recolher das 22 às 5 horas.

Ainda segundo o Plano São Paulo, no mês que vem também será iniciado um amplo programa de testagem rápida de pessoas sintomáticas, conforme recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus. A expectativa é de que a ação permita um maior trabalho de controle e monitoramento da pandemia nos municípios, a partir da estratégia de distribuição de testes rápidos para prefeituras e metas de testagem.

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano