O professor Doutor Vagner Marques, concedeu uma emocionante entrevista ao programa Bom Dia Cenário, na última quinta-feira, 20 de maio, para elucidar a sua amizade com o MC Kevin, não apenas o artista, mas o jovem, filho de pais separados, pai de uma pequena criança e “intérprete das periferias urbanas do Brasil”.

       O jovem Kevin Nascimento Bueno, mais conhecido como MC Kevin, de 23 anos, enveredou pela música no ritmo do Funk. Nascido na Zona Norte de São Paulo, passou por diversas situações e dificuldades como tantos outros da sua idade. Filho de Valquíria Nascimento e Agnaldo Barros, ganhou projeção nacional com as músicas “O Menino Encantou a Quebrada”, “Cavalo de Troia”, “Pra Inveja é Tchau”, dentre outras. Estava casado com a advogada criminalista Deolane Bezerra, há 15 dias, em uma cerimônia realizada em Tulum, no México. O casal residia em um condomínio na cidade de Mogi das Cruzes. No último dia 16 de maio, o cantor envolveu-se em um trágico acidente, em um hotel que estava hospedado no Rio de Janeiro, no qual culminou com sua morte.

       Através de amigos em comum, Vagner Marques e Kevin, professor e MC, tiveram o seu destino cruzado numa legitima e sincera amizade, que resultou em cumplicidade mútua. Desse laço fraterno, nasceu a ideia de escrever a biografia do cantor que, apesar da pouca idade, carregava consigo décadas de experiências, somadas a fatores socioeconômicos e culturais que abria um grande leque de informações para o historiador e pesquisador. O livro continua em produção, mesmo com a morte brusca do artista.

       Vagner Marques traçou uma linha tênue, mas significativa da vida cotidiana, em relação a vida artística, podendo assim, exemplificar a intensidade da vida do MC Kevin. Em seus diversos encontros para a composição do livro, ele deixou claro que enxergava não apenas o artista, mas o amigo que venceu todas as barreiras impostas pela sociedade rumo ao sucesso.

       O professor falou sobre o momento difícil vivenciando no velório do cantor, pela dor evidente de familiares, parentes, amigos e fãs, mas esboçou o reconhecimento mundial de diversas celebridades e anônimos ao cantor. Para o entrevistado, a dor vivenciada pela multidão presente do velório de corpo presente, ratifica todo o sentimento de identificação de um povo “esquecido” pelas periferias das cidades.

       Por fim, longe de qualquer polêmica, Vagner Marques teceu um feliz comentário sobre a passagem do MC Kevin ao mundo, marcando para sempre tantas vidas, bem como a música brasileira.