A Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos poderá votar em primeira discussão o projeto de lei que torna as atividades religiosas como serviços essenciais na cidade. A provável apreciação da matéria de autoria do vereador Eliel de Souza (PL), o Eliel Fox, ocorre na sessão ordinária na segunda-feira, dia 7, a partir das 9h. O texto tramita na Casa desde março deste ano.

            O projeto estabelece que o reconhecimento da atividade religiosa como essencial para a população deve acontecer em tempos de crises sanitárias provocadas por doenças contagiosas, epidemias, catástrofes naturais e pandemias como, de fato, sucede no momento com a crise sanitária da Covid-19. A matéria prevê que para tanto as igrejas devem observar as orientações do Ministério da Saúde.

            Para Eliel Fox, infelizmente nas últimas décadas a ocorrência de surtos epidêmicos e tragédias naturais tem sido uma triste realidade em nosso planeta como, por exemplo, a atual pandemia. Com isso, medidas restritivas estão sendo adotadas pelo mundo afora para tentar conter o avanço da doença, fechando a maioria dos órgãos públicos e privados e mantendo apenas os chamados serviços essenciais.

            E, por isso, apesar de importantes, as atividades religiosas não estão ainda enquadradas na lista de serviços essenciais, o que acaba ferindo de certa forma a liberdade de culto expresso na Constituição de 1988. Enfim, ele acredita que os templos devem ficar abertos para fazer um aconselhamento pessoal, orando e promovendo cultos e missas com a devida restrição, evitando assim aglomerações.

Por Pedro Ferreira.