Ações de fiscalização ambiental e proteção aos animais foram intensificadas desde janeiro

A Secretaria de Meio Ambiente de Suzano apresentou nesta sexta-feira (04/06) um balanço dos seus primeiros cinco meses de atuação em 2021 com resultados promissores para a cidade. Os destaques ficam para as ações de gestão ambiental e do setor de Bem-Estar Animal, ambos com papel ativo no desenvolvimento sustentável do município.

Diante de um cenário ainda impactado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a pasta teve o desafio de otimizar a atuação dos agentes públicos em prol da preservação ambiental e da atenção aos animais da cidade. Com a mudança de fluxos de trabalho e redefinição de procedimentos internos, o acolhimento e resolução de demandas da população se tornou mais ágil e permitiu maior produtividade ao setor.

Atualmente a pasta acolhe e trata cerca de 15 solicitações de licenças e autorizações ambientais por mês, o que totalizou aproximadamente 315 até o fim de maio. Este documento é obrigatório para qualquer empreendimento que atue sob condições que possam vir a impactar a natureza, seja em menor ou maior grau. Além disso, foram emitidos cerca de 334 laudos de autorização para poda e supressão de árvores, procedimento de viabilidade realizado por técnicos da secretaria.

A fiscalização ambiental ainda monitora mais de 200 pontos estratégicos espalhados pela cidade, por meio de uma tecnologia desenvolvida para auxiliar os agentes. O Sistema Integrado de Mapeamento Georreferenciado das Áreas em Monitoramento no Município de Suzano, como é chamado, é uma importante ferramenta da secretaria para monitorar pontos recorrentes de crimes ambientais em diversos pontos da cidade.

O recurso, que é uma referência no Estado em termos de proteção ambiental, permite que os agentes municipais, em conjunto com o Departamento de Posturas e a Guarda Civil Municipal (GCM), possam traçar ações estratégicas e acompanhar de perto as demarcações de ocorrências já verificadas, coibindo todo tipo de irregularidade como descarte inadequado, desmatamento, entre outros crimes.

Além disso, a secretaria reforçou a atuação dos ecopontos para a gestão de resíduos sólidos e, em conjunto com outras pastas, ampliou a capacidade de atuação da Operação Cata-Treco, que agora destina os objetos inservíveis coletados para uma cooperativa parceira. A entidade realiza processo de logística reversa e destina metade dos lucros para a doação de cestas básicas na cidade.

O setor de Bem-Estar Animal também segue presente e atuante no cotidiano da cidade. Só neste ano, as equipes vistoriaram mais de cem denúncias de maus tratos, um trabalho constante para preservar a integridade dos cães e gatos suzanenses. Para combater o abandono e o descontrole populacional dos animais domésticos, a pasta promoveu dois mutirões de castração e microchipagem este ano, beneficiando mais de 250 animais cadastrados previamente no programa.

O cronograma da campanha de castração foi impactado pela intensificação da pandemia da Covid-19, mas outros dois mutirões estão previstos para acontecer ainda em junho. Para participar é preciso realizar cadastro com o setor responsável por meio do telefone (11) 4745-2055. Após o registro, as equipes entrarão em contato para formalizar o agendamento.

Criado este ano para fortalecer a adoção consciente no município, o projeto virtual “Baby, Me Leva!” encontrou um novo lar para mais de 45 animais abandonados neste ano. A iniciativa é promovida pelo PlayPet com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente de Suzano e recebe tanto animais acolhidos pela pasta como outros sob tutela de Organizações Não Governamentais (ONGs) e protetores independentes. Todos os novos animais disponíveis para adoção são divulgados nas redes sociais oficiais da Prefeitura de Suzano, utilizando o alcance midiático da administração municipal para dar um futuro melhor aos cães e gatos sem tutor.

De acordo com o chefe da pasta, André Chiang, houve grande avanço nas ações em prol do meio ambiente na cidade em todos os sentidos. Ele ainda ressaltou o trabalho contínuo para estreitar laços e manter comunicação próxima com entidades, protetores de animais e também com os catadores de recicláveis, por meio da Associação Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (Ancat).

“Buscamos sempre aperfeiçoar o trabalho que vem sendo feito e tornar o mecanismo público mais ágil e presente para a população. Os resultados desses primeiros meses são promissores e temos muito mais pela frente. Neste sábado (05/06) comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente e a prefeitura tem diversas ações planejadas para o mês. Temos uma equipe técnica extremamente competente e agradeço a todos pela dedicação durante este período de mudanças. Seguimos empenhados em construir uma Suzano cada vez mais sustentável”, concluiu o secretário.

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano