O poder governamental que imperativa nas decisões de pautas inflacionarias deixará pendências em relação ao custo dos insumos para imunizar todo o Brasil. Claro que devemos considerar o feito positivo que atingirá toda a sociedade em questão. Não temos comprovação em relação a efetividade do medicamento por motivos de anti corpus e outros elementos universal de cada paciente. 

Em uma virada de ano que movimentará os cofres públicos com saída e entrada tem como objetivo preencher as pendências por ocasiões trágicas. Enfraquecendo o poder de compra do brasileiro, irá obriga-lo a priorizar os insumos necessários para suprir as necessidades da sua familia. 

Em conformidade com as mudanças contemplamos as notícias de aumento na energia elétrica e o descontentamento mundial em relação a socialização. Sabemos que o ser humano tem seus únicos objetivos traçados com a finalidade de suprir necessidades e se sobrar tempo vamos a Praia. Anseiam pelo lazer, porém prioriza as pautas necessárias. 

Leio as notícias de aumento nos investigados pela CPI que está advertindo funcionários públicos que foram irrelevantes e dolosos com crime de responsabilidade e Saúde pública. Claro que a falta de impotência de atividades democráticas se deve ao fato de cada um ter sua ideias subjetiva agindo em ação desta. Não respeitando a dignidade humana ou vendo necessidade em priorizar o trabalho e o desenvolvimentos econômicos, sendo assim – forma uma bola enorme de problema que será discutido de uma vez só.  Diminuindo o poder de compra, inflacionando produtos e Serviços para maquiar danos.

Observamos no decorrer da semana que o sistema de segurança publica está em extremo colapso com a dificuldade de capturar um Serial killer que à quinze días tem feito a policía refém dentro da mata em Goiás. Tem mostrado sua experiência em sobrevivência e tem aterrorizado vitimas de chácaras  e fazendas da região. Até agora não se apresentou nenhum esclarecimento referente ao caso – A busca pela captura está casando os  policiais. Em entrevista observamos que o total despreparo dos policiais em regiões de mata tem sido o maior inimigo. Alguns jornalistas admite que a policia local não tem base para sustentar uma caça como essa; não cabe mais a policia urbana se responsabilizar pela situação.

Por conseguinte, seria relevante a intervenção dos militares que tem treinamentos em regiões áridas para solucionar o caso. Ao invez de fazerem recapeamento de rodovia. Atualmente se encontra visível e transparente o despreparo do Brasil para combater um possivel terrorismo. Devemos tomar como alerta para casos futuros. Seria trágico entrar em alerta vermelho com a segurança pública e perder totalmente o controle da situação e precisar de intervenção e ajuda de países próximos para solucionar questões que poderiam ser prioridades em pauta.

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados pelo colunista não refletem necessariamente o pensamento do Cenário Notícias, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es)as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.