Prorrogação da etapa foi anunciada nesta semana pelo Governo do Estado

As medidas de contenção contra o novo coronavírus (Covid-19) estipuladas pela chamada “Fase de Transição” do Plano São Paulo seguem vigentes em Suzano até o próximo dia 15. A prorrogação da etapa foi anunciada nesta semana pelo governo do Estado e leva em consideração as recomendações do Centro de Contingência, com base nos dados da evolução da pandemia no território paulista. Em Suzano, o trabalho de fiscalização continua intenso, com constantes ações de combate a festas e aglomerações.

A expectativa é de que uma nova avaliação ocorra até a segunda quinzena de julho, mediante a análise dos dados referentes a novos casos, internações e óbitos por Covid-19 em todas as regiões do Estado. Por ora, as regras para funcionamento das atividades econômicas permanecem as mesmas na cidade.

O município segue com o limite de ocupação dos estabelecimentos fixado em 40% e funcionamento permitido das 6 às 21 horas. As medidas são válidas para lojas e serviços gerais, como restaurantes e similares, atividades culturais, academias, salões de beleza e barbearias. Para tanto, todos os protocolos de higiene e distanciamento social devem ser rigorosamente cumpridos, incluindo o uso obrigatório de máscaras e a oferta de álcool em gel.

Também permanecem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, desde que seguidas as orientações sanitárias. Em relação aos parques, o Max Feffer e o Viveiro Municipal Tomoe Uemura, bem como PlayPet, seguem fechados. Isso porque o parque e a Arena Suzano têm sido utilizados como um dos principais polos de imunização contra a Covid-19. A vacinação avança conforme cronograma prévio, que pode ser consultado no site oficial da Prefeitura de Suzano (www.suzano.sp.gov.br).

Vale lembrar que a cidade ainda mantém as recomendações de toque de recolher, estipulado para o período das 21 às 5 horas. Assim como as indicações do teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e o escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias, conforme a possibilidade.

A fiscalização de aglomerações e festas clandestinas continua com as equipes da Guarda Civil Municipal (GCM), da Vigilância Sanitária e do Departamento de Fiscalização de Posturas, que conta ainda com o apoio das Secretarias Municipais de Transportes e Mobilidade Urbana e de Governo, bem como da Polícia Militar.

Atualmente, o índice de ocupação de leitos voltados ao atendimento de pacientes com Covid-19 em Suzano está em 15,5%. A cidade contabiliza 20,7 mil casos da doença, sendo que 811 evoluíram para óbitos e outras 17,4 mil pessoas já se recuperaram. Quanto à vacinação, mais de 81,4 mil suzanenses tomaram a primeira dose, dos quais 26,8 mil já completaram a imunização com a segunda dose.

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano