A Prefeitura de Mogi das Cruzes repudia veementemente a ocorrência registrada durante a realização do webinar TransVersal-Orgulhe-se, na noite dessa quarta-feira (30/06).

O caso será levado à Justiça, para apuração e investigação.

Durante a transmissão que aconteceu de forma limitada, por meio de inscrição prévia, um dos perfis participantes exibiu imagens violentas e ofensivas, interrompendo o evento, além de proferir mensagens de cunho racista, homofóbico e de baixo calão.

Os ataques fizeram clara apologia ao nazismo e, além de agredirem frontalmente o público LGBTQIA+, exaltaram a supremacia racial em diversos momentos.

A Administração reitera seu posicionamento radicalmente contra qualquer tipo de preconceito e intolerância e segue defendendo a prática do diálogo, da empatia e da aceitação, bem como o princípio do tratamento igualitário.