A Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos lamenta a morte do ex-prefeito da cidade, Waldemar Marques de Oliveira Filho, o Dema (foto), na manhã de ontem. O ex-gestor, de 69 anos, estava internado há mais de 20 dias no Oswaldo Cruz, em São Paulo, lutando contra a Covid-19. Por isso, não houve velório. O corpo foi sepultado na manhã deste domingo, no Cemitério Parque das Palmeiras, no Jardim Nossa Senhora do Caminho, na divisa com o Itaim Paulista.

Dema também atuou como empresário no ramo de alumínio e foi dono de restaurantes e postos de combustíveis em Ferraz de Vasconcelos, Poá e Suzano. O ex-prefeito era considerado um homem bem-sucedido nos negócios. Aliás, foi justamente por essa característica que o nome dele ganhou força no campo político ferrazense para disputar a eleição municipal em 1996. “Mas, a grande marca de Dema foi sem dúvida a sua humildade no dia a dia” diz o presidente da Casa, vereador Flávio Batista de Souza (Podemos), o Inha.

Durante a sua administração, Dema construiu a canalizaçãoção do Córrego Riberião Itaim, no centro. Com isso, a cidade conseguiu acabar com as enchentes. Além disso, o ex-prefeito edificou ainda a creche Maria Andena, na Vila Andeyara, e pavimentou todo o bairro do Jardim São Fernando, na região da Vila Santa  Margarida. Na época, a obra foi executada com o chamado “asfalto comunitário”, ou seja, os moradores não precisaram pagar pelos serviços. Dema também promulgou o programa Renda Mínima, mesmo a matéria tendo partido da Câmara Municipal na pessoa do então vereador Natanael Alves Genuino.

Nas redes sociais, a atual prefeita, Priscila Gambale (PSD), também lamentou o falecimento do ex-prefeito, Dema. Segundo ela, o ex-gestor contribuiu para trazer diversas obras para o município, ou seja, para promover o desenvolvimento da cidade. “Por isso, a família e amigos deixo os meus sinceros sentimentos”, opinou. O deputado estadual, Rodrigo Gambale (PSL) também comentou nas suas redes sociais sobre o legado do ex-prefeito local.

“O Dema sempre foi uma pessoa muito boa e amigos de todos”, escreveu. Além disso, o parlamentar que é o primeiro eleito na história municipal, acrescentou ainda que Dema fará muita falta. A irmão do ex-gestor, Hodalina Oliveira descreveu ele como sendo a base de toda a família. “Ele nunca nos abandonou. Era uma excelente pessoa”, concluiu.  O ex-prefeito deixa a esposa dona Giovanne, a filha Carolina e dois netos.