O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu ontem (18), alta médica do hospital em que estava internado em São Paulo. Ele chegou ao Palácio da Alvorada, onde reside, no início da tarde.

Bolsonaro estava internado no hospital Vila Nova Star desde quarta-feira (14) devido a uma obstrução intestinal.

Durante este período, Bolsonaro fez caminhadas pelos corredores do hospital, tirou foto sem máscara com outros pacientes e falou com ministros, não precisando se licenciar do cargo.

A internação ocorreu após o presidente se queijar de fortes dores na região abdominal, primeiramente, ele foi levado ao HFA (Hospital das Forças Armadas), em Brasília, mas, no mesmo dia, foi transferido para São Paulo.

Dias antes da internação, Bolsonaro apresentou crises de soluços em público e se queixou do problema.

Segundo o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, foi retirado cerca de um litro de líquido que estava acumulado no estômago de seu pai.

Bolsonaro relacionou a sua internação com a facada que levou em 2018. Durante sua participação em uma live para inauguração de uma agência da Caixa em Missão Velha (CE), o presidente disse que seu problema foi “em função ainda da facada”. Na quarta-feira passada, ele afirmou que esse era “mais um desafio” após a “tentativa de assassinato” que sofreu.