Cinco artistas apresentaram suas canções autorais na primeira edição do evento virtual

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, recebeu em seu gabinete nesta quarta-feira (21/07) os cinco participantes premiados da primeira edição do Festival Suzanense da Canção (Fesc) Jovem. O encontro foi promovido para parabenizar os artistas pelas apresentações e realizar a entrega dos certificados e troféus, em razão de suas performances na competição.

A cerimônia seguiu todos os protocolos de segurança para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) e também contou com a presença do secretário municipal de Cultura, o vice-prefeito Walmir Pinto, e da coordenadora de música da pasta, Carla Shinabe. Na ocasião, os artistas conversaram com as autoridades municipais sobre o processo criativo para a composição das músicas e da experiência única proporcionada pela mostra. Na sequência, todos receberam os certificados e troféus por terem sido selecionados e participarem.

Além disso, os dois grandes vencedores desta edição também levaram para casa os troféus específicos por suas conquistas nas três categorias da competição. A cantora Luana Matheus da Silva, de 17 anos, recebeu os prêmios de melhor composição e melhor canção, sendo esta última modalidade uma decisão do público. Já Aleister Borges, de 19 anos, foi reconhecido como melhor intérprete da edição, em categoria avaliada pela comissão técnica da Cultura.

Na categoria Infantil, que compreende inscritos de 7 a 12 anos, Álissa Borges e Davi Bojczuk foram contemplados com o troféu por se classificarem no processo seletivo e participarem do festival. Já na Jovem, de 18 a 24 anos, Janiele Silva e Aleister, um dos vencedores, também ganharam o item. Luana, a única selecionada na modalidade juvenil, de 13 a 17 anos, já havia conquistado outras honrarias por vencer duas modalidades da competição e também recebeu este segundo modelo de troféu por sua participação.

A mostra virtual foi criada em março deste ano com o objetivo de incentivar a cultura musical produzida na cidade. Com isso, a iniciativa reuniu artistas de 7 a 24 anos para apresentar suas músicas autorais ao público. O evento é uma das contrapartidas da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, que oferece mecanismos para apoiar artistas durante o período da pandemia da Covid-19.

Walmir Pinto destacou que esta primeira edição foi um grande sucesso e a pasta pretende promover outras competições deste tipo, visando estimular e valorizar o cenário musical local. “O empenho e dedicação deles demonstra a força cultural de Suzano. Foram produções autorais de alto nível que nos encheram de orgulho e inspiração. As ações de incentivo continuarão a se intensificar para melhor atender a todos os segmentos artísticos, levando cultura para todos”, ressaltou.

Em sua fala, o chefe do Executivo parabenizou a todos os jovens que participaram da competição. Segundo ele, o fato de terem sido selecionados já foi um reconhecimento de seus talentos e deve ser considerado como um mérito, independente da vitória ou não nas categorias. “Temos muito orgulho imenso de todos os nossos artistas. A cidade de Suzano é extremamente rica em produções culturais autorais, principalmente no segmento musical, e temos um olhar atento para esta área, trabalhando para sempre fomentar a cultura e promover espaços plurais e acessíveis para as exibições”, concluiu.

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano