A dupla paulistana conquistou a primeira medalha olímpica do tênis brasileiro. Elas venceram de virada as russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina por 2 sets a 1, conquistando o bronze.

A dupla soube que participaria dos Jogos Olímpicos menos de uma semana antes do evento começar, graças ao gerente da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), Eduardo Frick, que inscreveu elas na lista de espera da chave feminina, permitindo que elas conseguissem uma vaga após uma realocação feita pela federação internacional da modalidade, a ITF.

Luisa tem 23 anos e começou a jogar tênis quando tinha 10, atualmente é a brasileira mais bem colocada no ranking de duplas desde sua criação, ocupando a 23ª posição, em uma parceria com a norte-americana Hayley Carter. Já a Laura, de 26 anos, esteve na final de WTA Master 1.000 deste ano, e conquistou o bronze nos jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, ao lado de Carol Meligeni.