Público atendido pelo Centro Dia do Idoso participou de semana especial de acolhimento e atividades 

O Centro Dia do Idoso (CDI) Joaquim Pinto Filho, localizado na região norte de Suzano, realiza nesta semana uma programação especial de acolhimento para o público assistido pela unidade. A iniciativa acontece em razão do Dia do Idoso, comemorado em 1º de outubro. Em paralelo a esta ação, a administração municipal também anunciou o retorno das atividades presenciais do Centro de Convivência da Melhor Idade (CCMI) Maria Picoletti.

Desde a última segunda-feira (27/09), os 50 idosos semidependentes que utilizam o CDI foram divididos em grupos de dez por dia, para evitar aglomerações, e cada um deles está sendo recebido para participar de uma série de atividades recreativas e culturais. Com oficinas de dança, gincanas, sessões de cinema e momentos de interação social, a iniciativa fortalece vínculos e reforça a inclusão dos participantes.

A programação também conta com uma gincana de orientação sobre o envelhecimento e entrega de quadro confeccionado pela equipe do CDI, com fotos e mensagens de apoio. As atividades seguem até sábado (02/10), quando acontecerá atendimento remoto aos participantes, como parte do acompanhamento continuado.

A unidade é gerenciada pela Associação Assistencial à Mulher, ao Adolescente e à Criança Esperança (Aamae), com subsídio e acompanhamento da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social. O atendimento é voltado para pessoas com mais de 60 anos semidependentes que tenham laudo médico atestando esta condição.

O titular da Assistência Social suzanense, Geraldo Garippo, destacou que o espaço retomou as atividades em julho, a princípio com ações remotas, e segue dedicado à socialização e à promoção de atividades psicossociais, físicas e culturais para este público. “Desde 2019, o Centro Dia do Idoso é uma referência no serviço de convivência e fortalecimento de vínculos oferecido aos idosos do município. Nesta semana especial de acolhimento, a unidade busca promover a inclusão e o rompimento da vulnerabilidade social”, explicou.

A Prefeitura de Suzano também anunciou que as atividades presenciais no Centro de Convivência da Melhor Idade Maria Picoletti serão retomadas na próxima segunda-feira (03/10), seguindo todos os devidos protocolos de segurança para garantir o bem-estar dos participantes. O espaço completou três anos em abril e já beneficiou mais de 2,5 mil pessoas cadastradas.

Segundo a dirigente do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), a primeira-dama Larissa Ashiuchi, este retorno contará com turmas reduzidas, para garantir a segurança dos alunos. “A princípio reabriremos apenas as aulas de violão, mas também estudamos trazer o Liang Gong de volta para as manhãs do CCMI.  Antes do início da pandemia da Covid-19, realizávamos um trabalho social importante por aqui, com oferta de atividades físicas e cursos de capacitação que iam desde o uso do celular à alfabetização. Agora, de forma gradual e segura, retomaremos a promoção de eventos e atividades inclusivas”, concluiu.

Crédito das fotos: Divulgação/Secop Suzano