VAI TERMINAR EM PIZZA?

Eu particularmente acredito que não, não terminará em pizza a questão das denúncias feitas pela biomédica concursada da prefeitura, Amanda Rodrigues. É claro que, se Ferraz fosse uma cidade um pouco mais séria em relação às prerrogativas de um vereador, e se a maioria das “lideranças” da cidade também não estivessem tão atreladas ao atual governo, com certeza, a essa hora o barulho era muito maior do que está sendo.

As provas apresentadas pela biomédica já seriam motivo mais do que suficiente para abrir uma Comissão Especial de Investigação (CEI). Porém, o que foi feito até agora por parte da câmara, foi um pedido verbal de documentação para a prefeitura.

ANDANDO E CA….. PARA AS DENÚNCIAS

A sensação de segurança por parte da prefeitura de Ferraz é tão grande que, mesmo depois da repercussão da reportagem, do posicionamento por parte da câmara, a prefeitura se mostra, como diz o ditado: “estar andando e caga..o para tudo isso”. Tanto que fizeram questão de se manter em silêncio.

PÃO E CIRCO

O que se diz nos bastidores é, desde o pedido de documentos por parte da câmara, até os discursos acalorados, não passaram de teatro, pois, todo mundo sabe que a câmara não terá coragem, mesmo com tantas provas apresentadas por Amanda, de abrir um processo mais profundo para investigar a prefeitura de Ferraz. “Jair, esse pedido verbal por parte da câmara foi tudo combinado com o poder executivo. A ideia é fazer este pedido, a prefeitura responde de qualquer maneira e a câmara em seguida irá divulgar que não foi encontrado nenhuma irregularidade em relação ao contrato com o laboratório, aí o certo vai sair como errado novamente”, disse um articulador político da região.

POR OUTRO LADO

Por outro lado, algumas pessoas estão botando muita fé em dois vereadores que parecem não se dobrar por nada que não seja a verdade. Um deles me garantiu: “Jair, os documentos que eu tenho em mãos, são suficientes para a abertura da CEI e, com certeza, pelo que já apurei, não terá jeito, e abrir o processo de investigação será algo natural”.

TEM MAIS GENTE MEXENDO COM ISSO

Pelo que se sabe, mais dois grupos de advogados já estão mexendo com essa questão e em breve teremos mais informações sobre o assunto. Hoje, 04/11, o proprietário do laboratório que daria entrevista exclusiva no Bom dia Cenário, acabou, de última hora, cancelando a agenda, com a alegação de problemas de saúde. Porém, ao vivo fiz questão de ler as perguntas que eu faria para o doutor, na expectativa que mesmo que de forma eletrônica, ele me respondesse.

Uma das perguntas foi: “Por que existem cobranças de exames nos quais a amostra não foi enviada? Como, por exemplo, exames de fezes e urina?” Outra pergunta: “Por que em determinada nota/ fatura o valor do exame de cariotipagem passou de R$ 135,04 para R$ 160,00? Houve em documento firmado com a prefeitura, autorização para a cobrança deste novo valor?”.

Vamos aguardar o desfecho de tudo isso. Ou teremos uma grande investigação pela frente, ou teremos um grande rodízio de pizza, onde quem pagará a conta, ah, você já sabe.