GOVERNADOR MISERÁVEL E DEPUTADO QUE NÃO PENSA NA CIDADE

Como diz um ditado antigo: “O homem estava com a macaca”. O vereador Tonho, estava totalmente revoltado na sessão desta quinta-feira (18), e ao meu modo de ver, com razão.

Os motivos principais da revolta têm a ver com a segurança e a saúde de Ferraz de Vasconcelos. Ao se dirigir ao governador do estado de São Paulo, João Doria, ele chegou a chamá-lo de miserável, e completou dizendo que, os deputados estaduais estão todos amarrados com ele, esperando as migalhas prometidas. Tonho, mais uma vez, quando se dirigiu ao deputado estadual ferrazense, Rodrigo Gambale, disse: “Ele está mais preocupado com outras coisas, do que, cuidar da nossa cidade”. Lembrando que, na semana passada, o vereador Roberto de Souza, também falou desta questão, porém, de forma até mais clara, ele disse assim: “Ele está mais preocupado com votos, do que em cuidar da nossa cidade”.

FALANDO EM ROBERTO DE SOUZA

O parlamentar também muito revoltado, principalmente com a segurança da nossa cidade, cobrou de forma bem acalorada, o deputado ferrazense, Rodrigo Gambale, e nem a prefeita da cidade, Priscila Gambale, foi poupada das críticas: “Só se sair o delegado titular e a prefeita, com todo respeito, numa viatura, para engrossar a falta de viaturas que estamos passando”. Roberto estava revoltado e teve essa fala, pois, na semana passada, Priscila Gambale, logo após a publicação da minha matéria em que falei sobre a falta de segurança na cidade, convidou o delegado titular da cidade, fez algumas fotos e postou no Facebook, dizendo que estava discutindo a segurança de Ferraz. Roberto de Souza fez questão de dizer que, não é deste jeito que resolve o problema da segurança na cidade, e sim, com ações efetivas do deputado estadual Rodrigo Gambale, que, segundo Tonho e Roberto de Souza, é um grande parceiro do governador.

MAS AINDA BEM QUE AINDA TEM O INHA

Fico imaginando se na câmara de Ferraz não tivesse o vereador Flávio Batista de Souza, o Inha. Se a coisa parece começar a ficar estreita, não somente para a prefeita, mas, também para o deputado, mesmo com o Inha, não sei como seria sem ele.

Inha, mais uma vez, conseguiu defender algo, que, na minha opinião, nenhum outro vereador da base do governo de Priscila conseguiria, e olha que a prefeita está bem servida de “base”. Inha tirou a responsabilidade do problema da segurança e saúde das costas de Gambale, e, ao mesmo tempo, conseguiu fazer os vereadores adiarem a votação do requerimento que seria encaminhado à Alesp, cobrando providência do deputado em relação ao hospital regional.

Vou falar uma coisa, muita gente não entende por que entra governo, sai governo, e o presidente Inha consegue estar presente. Eu sei o que é, a mesma facilidade que Inha tem para fazer campanha, trazer investidores e agregar pessoas, ele também tem para defender o indefensável. E se tratando de política, quem não gostaria de ter um homem deste ao lado?

ELIEL ATÉ QUE TENTOU, MAS NINGUÉM TIRA O POSTO DE INHA

O vereador Eliel até que tentou ser mais, como eu posso dizer, defensor de Rodrigo Gambale, ainda mais do que Inha, porém, é como colocar eu, que já operei da perna, para competir em uma corrida de 100 metros com Usain Bolt, qual a chance que eu tenho de ganhar? Então, foi bem isso.

Ele ciscou pra lá, ciscou pra cá, falou que Gambale não tem culpa de nada, disse que todos os deputados da Alesp são culpados do problema do regional, mas quando o Inha subiu na tribuna, vish, não deu nem pro cheiro. Inha deixou Eliel para trás, na mesma proporção que eu ficaria em uma corrida com o velocista jamaicano.

Pode tentar competir com o Inha em outras questões, mas nessa, se for tentar, com certeza perderá.