Uma das travas de segurança da montanha-russa Montezum, do parque Hopi Hari, se soltou na mão de um visitante que estava no brinquedo já em movimento no último sábado (11). A administração do parque que fica em Vinhedo (SP) confirmou que houve parada técnica por conta do ocorrido. Ninguém saiu ferido.

Imagens espalhadas pelas redes sociais mostram o momento em que um dos visitantes levanta a trava para o alto, enquanto outras pessoas fazem um sinal de “X” com os braços.

Em nota, o Hopi Hari informou que o carrinho da montanha-russa estava no início do percurso quando o problema foi identificado. A trava que se soltou é a que fica no colo dos visitantes, prendendo a perna e o abdômen. O brinquedo tem altura máxima de 44 metros.

“Logo após o início do ciclo, ainda no princípio da primeira subida da atração, o visitante sinalizou a necessidade de parada, fazendo o sinal de ‘X’ com os braços acima da cabeça (protocolo utilizado em todas as atrações do parque, quando um visitante, por alguma razão, solicita a parada do brinquedo), imediatamente, a equipe responsável pela operação suspendeu o ciclo, e iniciou a análise da ocorrência”, diz a nota.

A parada técnica foi às 17h40, quando os visitantes foram desembarcados. Funcionários usando equipamentos de segurança ajudaram as pessoas a saírem da montanha-russa pelos trilhos.

Após parada técnica, visitantes descem de montanha-russa do Hopi Hari

“Desceu todos os visitantes pela lateral do vagão, temos um sistema de segurança ali em diversos lugares. […] Até o desembarque de todos os visitantes, com toda a segurança, descer, esvaziar a plataforma, e depois descer o trem .O trem não tem ré, é mecânico, então se solta os freios, ele desce. Até fazer todos os procedimentos de segurança, analisar todos os sistemas e trocar a peça, colocar uma peça nova no lugar, demorou mais de uma hora”, explicou o presidente do parque, Alexandre Rodrigues.

Segundo o presidente do parque, a montanha-russa passou por uma inspeção nos assentos e reabriu no domingo (12), tendo a peça substituída por uma nova.

“O Hopi Hari ressalta que mantém as inspeções diárias na atração – antes da liberação aos visitantes – e, durante toda a operação, os atendentes realizam a dupla checagem das travas e cintos de segurança, antes da liberação do ciclo operacional. E, ainda, inspeções semanais, mensais, anuais e auditoria independente externa, que fazem parte do protocolo de manutenção preventiva das atrações do Parque”, completou o centro de entretenimento.

O brinquedo possui, além da trava, um cinto de segurança e também conta com “geometria e divisória lateral para auxiliar na contenção do visitante em sua posição”, explicou o parque.

“Sobre a peça em questão, o Hopi Hari destaca que utiliza peças originais, segue os manuais e orientações do fabricante da atração e dividirá com ele essa ocorrência, em busca de melhorias no processo. Sendo assim, o Parque reitera seu compromisso de agir com transparência e responsabilidade e levar a melhor experiência ao seu público”, completou na nota.