Cabo Daciolo (Brasil 35) anunciou nesta quinta-feira (16) que não é mais candidato à presidência da República e que apoiará o pré-candidato Ciro Gomes (PDT).

Em um conta de apoio ao pré-candidato Ciro Gomes no Twitter, foi publicado um vídeo em que Daciolo afirma que se reuniu com ex-ministro e que “foi um momento especial estar contigo ontem [quarta-feira (15)]”. “Irmãozão, no dia da eleição de 2022 na contagem dos votos, se tiver um voto lá, pode ter certeza que esse voto foi do Cabo Daciolo”, diz o ex-bombeiro militar.

“Depois da perseguição política contra Ciro, Cabo Daciolo anuncia que não é mais candidato à presidência e declara apoio a Ciro Gomes!”, diz o tweet em que o vídeo foi publicado.

No fim de sua fala, Daciolo se desculpa com seus eleitores. “Peço perdão se estou magoando os meus eleitores, aqueles que acreditam no Cabo Daciolo, mas eu estou aqui… Fui pulsionado pelo Espírito Santo”, afirma. O ex-candidato encerra o vídeo dizendo que não foi definido se ele entrará na disputa por vaga no Senado, governo estadual ou se vai deixar de tentar um cargo público no ano que vem.

Daciolo se filiou recentemente ao Brasil 35, antigo Partido da Mulher Brasileira (PMB), ele se dizia candidato da terceira via e que iria “unir e libertar o Brasil”.