Com a chegada do verão é muito comum pensarmos em praia, sol e calor. Muita gente gosta daquele bronzeado e acaba ficando horas em piscinas e praias tomando banho de sol. Por isso, essa época do ano exige cuidados redobrados para evitar os efeitos dos raios solares. A exposição ao sol é uma das principais causas no aumento dos índices de câncer de pele, o tumor mais frequente no Brasil e no mundo. De acordo com Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o câncer de pele corresponde a 33% de todos os diagnósticos desta doença no Brasil, sendo que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra, a cada ano, cerca de 185 mil novos casos.

A dermatologista e professora da UMC, Denise Steiner, alerta sobre esses cuidados. Segundo ela, a radiação do sol agride profundamente a pele, causando envelhecimento e podendo levar ao câncer. “O câncer de pele é basicamente causado pelo sol, ele tem sido o mais frequente, tendo a cada ano mais diagnósticos”, alerta. Existem três tipos de câncer de pele, o Carcinoma basocelular, que é o mais comum entre os três e se apresenta por meio de vermelhidão e traz um relevo na pele, o Carcinoma espinocelular, se manifesta por nódulos endurecidos ou feridas, principalmente na região dos lábios e por fim o Melanoma, considerado o câncer menos comum e mais letal entre os três, que muitas vezes é diagnosticado por meio de pintas que pode ou não ter relevo, geralmente ela preta e com contorno irregular. “Ele é o câncer mais agressivo e está associado a queimaduras extensas a luz do sol. Além disso, ele pode ser causado pela baixa imunidade e tendências genéticas”, ressalta Denise.

A especialista ressalta, nesta época é altamente necessário ter cuidados redobrados coma pele. “O filtro solar é a proteção mais importante, por isso devemos usá-lo regularmente, se atentando as proteções UVA e UVB”, complementa. A especialista em dermatologia ainda lembra que existem outras doenças que podem ser causadas pela luz solar. “É importante ter um cuidado com a pele, fazer uma limpeza diária, hidratá-la, etc”, finaliza.