O resultado das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 estarão disponíveis a partir desta sexta-feira (11). O Enem possibilita que candidatos consigam vaga em instituições de ensino superior pública ou privada brasileiras e até em faculdades fora do país.

Cada oportunidade possui regras próprias, portanto, é necessário saber o que vale para cada uma.

Prouni

  • O Programa Universidade para Todos (Prouni) é uma iniciativa do Ministério da Educação que oferece bolsas integrais e parciais em faculdades privadas.

Quem tem direito:

  • Candidatos que cursaram os três anos do ensino médio em escolas da rede pública;
  • Candidatos que estudaram os três anos do ensino médio com bolsa integral em colégios privados (ou seja, sem pagar mensalidades).

Critério de renda:

  • Ter renda familiar per capita de até 3 salários mínimos (R$ 3,636 mil).

Tipos de bolsa:

  • Bolsa integral: renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.818);
  • Bolsa parcial (50% da mensalidade): renda familiar mensal per capita de 1,5 a 3 salários mínimos (de R$ 1.818 a R$ 3.636);
  • Para o primeiro semestre de 2022, as inscrições vão de 22 a 25 de fevereiro pelo site do Prouni.

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é como o Ministério da Educação (MEC) seleciona estudantes para vagas em cursos de ensino superior de instituições públicas. Para concorrer a uma vaga, o candidato precisa estar dentro da nota de corte do curso escolhido, ou seja, precisa atingir uma nota igual ou maior a nota mínima definida para aquele curso.

Podem se inscrever no processo seletivo do primeiro semestre aqueles que prestaram o Enem 2021 e tiraram nota superior a zero na redação. O candidato não pode ter feito a prova como “treineiro”, caso comum de alunos que ainda não concluíram o ensino médio e fazem o Enem para testar o seu desempenho e conhecer o modelo da prova.

As inscrições para o Sisu começam em 15 de fevereiro e devem ser feitas no site do Sisu.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do governo federal que paga parte das mensalidades de estudantes em universidades e faculdades privadas, porém, os beneficiários devem quitar o financiamento após a formatura.

O crédito pode cobrir de 50% a 100% da mensalidade do curso, podendo ser a juros zero a uma escala de financiamento que varia conforme a renda familiar do candidato.

Para o primeiro semestre de 2022, o programa disponibilizará 111 mil vagas e o período de inscrição será de 8 a 11 de março, pelo Portal do Fies.

Podem se inscrever no processo seletivo do Fies aqueles que participaram de qualquer edição do Enem desde 2010, que tenham obtido média mínima de 450 nas cinco áreas do conhecimento e nota superior a zero na redação. O candidato deve possuir renda familiar mensal per capita de até 3 salários mínimos (R$ 3.636).