UMC realizará no sábado dia 21 de maio, das 8h às 17h mais um dia de mutirão para quem ainda não entregou a sua declaração do Imposto de Renda 2022, o serviço é gratuito e é uma iniciativa dos alunos do curso de ciências contábeis e dos professores da universidade.

Mais de 300 contribuintes já foram atendidos, presencial e on-line, nesta iniciativa da UMC. O professor mestre e economista Welinton dos Santos, da UMC destaca que além do Imposto de Renda de 2022, surgiram outras atividades para que o contribuinte pudesse regularizar sua situação, “realizamos diversas consultas no aplicativo Meu INSS, fizemos cadastro e alterações no portal GOV.BR, regularização de CPF’s, emissão de DARF’s de pendências com a Receita Federal, declarações retificadoras dos anos de 2019, 2020 e 2021; entre outras”.

O prazo final para a entrega das declarações do Imposto de Renda 2022, terminam no dia 31 de maio, a multa para quem não fizer é de no mínimo R$ 165,74 podendo chegar até 20 % do valor do imposto devido.

É obrigado a declarar o Imposto de Renda, em 2022, quem obteve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021 e quem recebeu o Auxílio Emergencial, pois o benefício é considerado rendimento tributável.

Os atendimentos estão acontecendo nos laboratórios de informática e o acesso deverá ser feito pela portaria do principal do Prédio 1, do campus UMC, que fica na Avenida Dr. Cândido Xavier de Almeida e Souza, 200.

Valores à restituir

Quem declara o imposto poderá vir a ter direito de restituir, porém, o professor e economista da UMC Welinton dos Santos, explica que que para a pessoa para ter direito depende do quanto pagou de imposto de renda no ano calendário do ano anterior, “A pessoa pode ter ou não restituição, e como a tabela não sofre correção a anos, praticamente a maioria tem imposto a pagar e quase nuca a restituir”, explica. O cronograma de restituição está dividido em 5 lotes, é importante lembrar que os primeiros a restituir são as pessoas que têm prioridade legal sob contribuintes idosos acima de 60, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério. Confira os lotes e datas de acordo com o cronograma da Receita Federal.

  • 1º lote – 31 de maio;
  • 2º lote – 30 de junho;
  • 3º lote – 29 de julho;
  • 4º lote – 31 de agosto;
  • 5º lote – 30 de setembro.

Malha fina

Quando o contribuinte preenche a declaração de imposto de renda e envia, automaticamente é emitido um recibo de entrega da declaração, e a restituição ocorrerá de acordo com a disponibilidade de caixa do governo federal, conforme a data de entrega e valor a ser restituído é pago automaticamente na conta corrente ou poupança indicado pelo contribuinte.

Mas, é possível que ao enviar os dados à Receita haja algumas inconsistências ou divergências e nestes casos a declaração vai parar na “malha fina”, o professor Welinton explica que “Em 80% dos casos isto acontece por erro de preenchimento da declaração, e nestes casos o contribuinte precisará fazer a declaração retificadora, lembrando que isto pode ocorrer em até 5 anos (prazo para análise dos auditores da receita federal)”, explica o economista.