A Prefeitura de Itaquaquecetuba reinaugurou, nesta terça-feira (7), o Ecoponto Jardim Odete. A unidade é a sexta entregue em seis meses e reforça o combate ao descarte irregular na cidade. O local vai funcionar de segunda a sábado, das 8h às 17h.

Inaugurado em 2018 pela gestão anterior, o espaço não era regularizado e não havia controle sobre os resíduos destinados. Com a reforma completa e agora regularizado, recebeu novo gradil, cinco caçambas para descarte e uma sala de controle com banheiro.

O Ecoponto aceita receber o limite de um metro cúbico (m³) por residência no mês, o equivalente a dez sacos de cem litros – Foto: Dayane Oliveira

Assim como nos demais ecopontos localizados nos bairros Marengo, Piratininga, Vila São Carlos, Vila Arizona e Scaffid, o espaço reformado no Jardim Odete pode receber móveis desmontados, madeiras, recicláveis, resíduos da construção civil, lâmpadas e óleo de cozinha.

“Precisamos conscientizar primeiro nós mesmos e depois todo o nosso entorno. O lixo descartado de forma incorreta pode causar uma série de prejuízos ao meio ambiente. Com os ecopontos, isso pode ser evitado”, disse o prefeito Eduardo Boigues.

Construído na rua Jacamin, próximo à E.E. Domingos Milano, a estrutura gerida pela Peralta Ambiental aceita receber o limite de um metro cúbico (m³) por residência no mês, o equivalente a dez sacos de cem litros.

“Estamos observando que cada vez mais a população de Itaquá está fazendo uso dos ecopontos e nosso objetivo é justamente desenvolver esse hábito. Uma cidade limpa se faz com consciência ambiental”, completou o secretário de Serviços Urbanos, Alexandre Oliveira.