A Secretaria de Saúde de Poá, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, alertou que pouco mais de 16 mil poaenses se imunizaram contra a Influenza e cerca de três mil crianças receberam a vacina contra o Sarampo. Todas as 12 Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município realizam as campanhas de vacinação contra as referidas doenças com o objetivo de imunizar o maior número possível do público-alvo contemplado.

“Quanto maior a cobertura vacinal, menor é o risco de circulação dessas doenças. Desta forma, convocamos os munícipes para que compareça aos postos de saúde para se imunizar e proteger as pessoas com quem convivem. A vacinação traz a prevenção e dificulta a circulação do vírus”, afirmou o Diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, Leonardo Barbosa Garcia.

O secretário de Saúde, Alexandre Provisor, ressaltou que os poaenses que forem se imunizar contra a Covid-19, campanha que também é realizada em todas as unidades da rede básica, podem aproveitar para se proteger contra os vírus H1N1, H2N3 e Influenza B, uma vez que o Ministério da Saúde liberou a aplicação dos dois imunizantes de forma conjunta, porém, em locais diferentes como, por exemplo, uma no braço direito e outra no esquerdo.

“O objetivo é facilitar o acesso do cidadão às vacinas, por isso também estamos disponibilizando todos os postos de saúde para a realização das campanhas vigentes. Queremos que a nossa população esteja o mais protegida possível e, consequentemente, estaremos coibindo a disseminação dos vírus”, disse.

Para se imunizar contra a gripe, sarampo ou Covid-19, o munícipe deve comparecer a qualquer uma das Unidades Básicas de Saúde do município, de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas, com exceção da UBS Doutor Cypriano Oswaldo Monaco, no Jardim Nova Poá, onde o horário de vacinação é mais extenso, das 9 às 18 horas.

Balanço das Campanhas:

Imunização contra a Influenza

  • 3.300 crianças de seis meses a menores de cinco anos
  • 401 gestantes
  • 38 puérperas
  • 1.355 trabalhadores da saúde
  • 9.668 idosos 60+
  • 487 professores da rede pública e particular
  • 1.181 pessoas com comorbidades
  • 50 das forças de segurança
  • 18 das forças armadas
  • 26 caminhoneiros
  • 47 trabalhadores do transporte público
  • 08 pessoas com deficiência física
  • 03 funcionários do sistema prisional
  • 05 trabalhadores portuários

Imunização contra o Sarampo

  • 06 a 11 meses: 369 crianças
  • 01 ano: 552 crianças
  • 02 anos: 652 crianças
  • 03 anos: 755 crianças
  • 04 anos: 820 crianças