Partidos e políticos têm se posicionado a favor de Lula (PT) ou Jair Bolsonaro (PL) para o segundo turno das eleições 2022. Nesta quarta-feira (5), novos apoios foram anunciados aos dois candidatos.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Simone Tebet (MDB) declararam seu apoio a Lula, Helder Barbalho (MDB) foi mencionado em publicação do petista e, segundo Lula, está apoiando ele. Enquanto isso, Ibaneis Rocha (MDB), reeleito governador do DF, e Ratinho Junior (PSD), reeleito governador do Paraná, anunciaram apoio a Bolsonaro.

Na terça-feira (4), Lula já havia recebido apoio do PDT e seu candidato a Presidência Ciro Gomes, que acompanhou a decisão do partido. O partido Cidadania, o senador José Serra (PSDB) e o economista Armínio Fraga, presidente do Banco Central no governo FHC também declararam apoio.

No caso de Bolsonaro, ele recebeu apoio de Sergio Moro (União Brasil), ex-ministro do atual presidente, ex-juiz e agora senador eleito no Paraná. Romeu Zema (Novo), governador reeleito em Minas Gerais, Claudio Castro, governador reeleito no Rio de Janeiro (PL) e Rodrigo Garcia (PSDB), governador de São Paulo que ficou em terceiro lugar na disputa pelo governo do estado, também declararam apoio a Bolsonaro.