A Secretaria de Saúde de Itaquaquecetuba retomou a nova fase do programa de combate à dengue. Em conjunto com as equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), os agentes estão inspecionando os imóveis para identificação e remoção de possíveis focos do mosquito, além do Levantamento do Índice Larvário do Aedes aegypti (LIRAa), com a coleta de amostras e análise em laboratório.

Bairros como O Pequeno Coração, Piratininga e Paineira já foram inspecionados. A visita segue até novembro pelo Josely, Nicea, Louzada, Pinheirinho, Jardim Odete, Jardim Miray, Jardim Luciana, Marengo, entre outros.

Por meio das inspeções, é possível identificar as áreas com maior proporção e ocorrência de focos, bem como dos criadouros predominantes. “Estamos com força total no combate à dengue. Nosso foco é diminuir o risco de transmissão de dengue, febre de chikungunya e zika vírus, por isso pedimos a colaboração dos munícipes nesse processo de averiguação”, disse a secretária de Saúde, Ariana Julião.

Além do LIRAa, equipes da prefeitura promovem outras ações de combate ao mosquito durante o ano com educação em saúde, eliminação de criadouros, monitoramento dos pontos estratégicos, notificação dos terrenos baldios, coleta de larvas, tratamento focal e perifocal, larvicida e fumacê.

“É importante lembrar que a melhor forma de prevenção e controle da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, eliminando água armazenada que pode se tornar ponto de criadouro em vasos de plantas, recicláveis e entulho acumulado, pneus e até mesmo recipientes pequenos. Vamos colaborar”, completou o prefeito Eduardo Boigues.