Há poucos dias, o vereador de Ferraz de Vasconcelos Claudio Ramos Moreira (PT) criticou e cobrou providências imediatas para evitar os corriqueiros atrasos no intervalo entre parada de ônibus e outra na cidade, sobretudo, aos finais de semana e feriados. Agora, o petista questionou a municipalidade a respeito da quantidade de passageiros que possuem o direito à gratuidade ou desconto na tarifa de R$5,00.

No requerimento aprovado em única discussão e, por unanimidade, na sessão ordinária desta sexta-feira, dia 11, o parlamentar quer saber ainda, por exemplo, o itinerário das linhas e os respectivos horários de operação das mesmas pela empresa concessionária Alto Tietê Transportes (ATT). Segundo ele, a concessão da gratuidade é um tema muito importante que suscita o interesse dos munícipes.

Além disso, na mesma sessão ordinária, o vereador pediu o número exato de alvarás expedidos pelo Poder Executivo a taxistas na cidade e o percentual correto de profissionais, de fato, regularizados, ou seja, em atividade no momento.  Em razão disso, o petista tenta obter informações sobre a proporção de taxistas que necessitam trocar a frota, conforme determina a lei municipal nº 3.449, de 11 de janeiro deste ano.

A ideia será apresentar um novo projeto de lei prorrogando a idade máxima dos carros que vence no início do ano que vem. Atualmente, Ferraz de Vasconcelos conta com cerca de 197 taxistas cadastrados de um limite de 200 profissionais. A iniciativa do vereador petista foi apoiada com ressalvas por alguns colegas, entre eles Antônio Carlos Alves Correia (Republicanos), o Tonho, e Claudio Roberto Squizato (PL).

Por Pedro Ferreira